Conferência em Lisboa

O que já se fez e o que falta fazer no combate à pobreza

| 20 Jan 2022

Pobreza, sem-abrigo, Lisboa, rua,

Pessoa sem-abrigo em Lisboa. Foto © Miguel Veiga

 

Uma conferência sobre pobres, pobreza e desigualdade decorre neste sábado, 22, no Centro Cultural Franciscano, em Lisboa (Largo da Luz), entre as 10h00 e as 13h00, promovida pela Comissão Nacional Justiça e Paz (CNJP), da Igreja Católica. 

A iniciativa terá uma intervenção principal de Carlos Farinha Rodrigues, economista e professor do ISEG (Instituto Superior de Economia e Gestão), que falará sobre “Novos desafios no combate à pobreza” depois da sessão de abertura, com o presidente da Conferência Episcopal e bispo de Setúbal, José Ornelas, e o presidente da CNJP, Pedro Vaz Patto. 

O painel de debate que se segue juntará Rita Valadas, presidente da Cáritas Portuguesa; a irmã Maria José Gonçalves, das Escravas do Sagrado Coração de Jesus, que trabalha em Alhos Vedros (Moita), com projectos de apoio a crianças e imigrantes; e Joana Silva, professora da Faculdade de Economia da Universidade Católica Portuguesa, que participou num estudo sobre as consequências sociais e económicas da pandemia. “O que se faz e o que falta fazer” no combate à pobreza é o mote para a conversa. 

O bispo de Santarém, José Traquina, presidente da Comissão Episcopal de Acção Social da Igreja, encerra a conferência, sujeita a uma inscrição (gratuita) em formulário electrónico.

O acesso é livre, sujeito às regras de combate à pandemia (uso de máscara e apresentação de certificado de vacinação ou teste negativo ou certificado de recuperação). A conferência será também transmitida através da página da CNJP no Facebook, para o que é necessária também a inscrição electrónica.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Índia

Carnataca é o décimo Estado a aprovar lei anticonversão

O Estado de Carnataca, no sudoeste da Índia, tornou-se, no passado dia 15 de setembro, o décimo estado daquele país a adotar leis anticonversão no âmbito das quais cristãos e muçulmanos e outras minorias têm sido alvo de duras perseguições, noticiou nesta sexta-feira, 23, o Vatican News, portal de notícias do Vaticano.

Neste sábado, em Lisboa

“Famílias naturais” em convívio contra a ideologia de género

Prometem uma “tarde de convívio e proximidade”, um concerto, diversão e “múltiplas actividades para crianças e adultos: o “Encontro da Família no Parque” decorre esta tarde de sábado, 24 de Setembro, no Parque Eduardo VII (Lisboa), a partir das 15h45, e “pretende demonstrar um apoio incondicional à família natural e pela defesa das crianças”.

Fraternidade sem fronteiras

Fraternidade sem fronteiras novidade

A fraternidade é imprescindível na vida e na missão. No Congresso sobre o tema, a realizar nos dias 14 e 15 de Outubro, em Lisboa, queremos reflectir sobre a construção da fraternidade na sociedade, na política, na economia, na missão, no diálogo entre as religiões e na reconstrução da esperança.

Irmã Elis Santos: “São mais de 500 anos a sobreviver, e nós queremos existir”

Indígena do povo Mura em entrevista

Irmã Elis Santos: “São mais de 500 anos a sobreviver, e nós queremos existir” novidade

Aos 35 anos, Elis Santos, religiosa da Divina Providência, é uma das vozes mais ativas no Brasil na luta pelos direitos dos povos indígenas. Descendente do povo Mura e mestre em Antropologia Social, a irmã Elis falou ao 7MARGENS durante o encontro d’A Economia de Francisco, que decorreu na semana passada em Assis, e lamentou que no seu país continue a prevalecer “uma economia que mata”. 

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This