O vírus da fome e da pobreza: 50 milhões em risco em África, 45 milhões na América Latina

| 10 Jul 20

fome africa mulher Foto ONU Alexandre Soares

As mulheres, que muitas vezes ficam sem comer para poderem alimentar os filhos, correm um risco particular. Foto: ONU/Alexandre Soares.

 

Mais de 50 milhões de pessoas correm risco de fome extrema em África, devido sobretudo a conflitos, alterações climáticas, e “fracasso dos governos” em encontrar soluções para apoiar as populações, alerta a organização não governamental Oxfam. O risco aumentou devido à pandemia de covid-19, que na América Latina pode colocar na pobreza 45 milhões de pessoas, avisa entretanto a Organização das Nações Unidas (ONU). E nem os países ricos estão livres de perigo.

Segundo o relatório da Oxfam, intitulado “O vírus da fome: como a covid-19 está a aumentar a fome num mundo faminto”, divulgado esta quinta-feira, 9 de julho, entre os países mais afetados pela fome estão a República Democrática do Congo, a Etiópia, o Sudão do Sul, o Sudão, Burkina Faso, Mali, Mauritânia, Níger, Chade, Senegal e Nigéria. Só estes 11 países concentram 46,3 milhões de pessoas em crise alimentar.

Nestes países africanos, “as medidas para conter a pandemia afetaram o acesso aos mercados, a produção e os preços dos alimentos. O encerramento das fronteiras levou a aumentos acentuados no preço dos alimentos e dos produtos agrícolas importados em toda a região”, sublinha a Oxfam.

As restrições à circulação impediram também que milhões de pastores conduzissem o gado para pastagens no Sul, entre março e junho, ameaçando a sobrevivência de rebanhos inteiros.

“Milhões já estão a lutar para conseguir comer uma vez por dia. As mulheres, que muitas vezes ficam sem comida para poderem alimentar os filhos, correm um risco particular”, salienta a organização.

 

Ninguém está imune

A Oxfam alerta ainda para os “níveis crescentes de fome” em “países de rendimento médio”, como a Índia, África do Sul e Brasil, e destaca que “mesmo os países mais ricos do mundo não estão imunes” a situações de insegurança alimentar.

“A covid-19 está a agravar a crise de fome nos pontos críticos e a criar novos epicentros em todo o mundo. Até ao final do ano, 12 mil pessoas por dia poderão morrer devido a situações de fome relacionadas com a covid-19, potencialmente mais do que da doença”, afirmou a organização não-governamental.

“Dados do governo do Reino Unido mostram que durante as primeiras semanas de confinamento, até 7,7 milhões de adultos reduziram o tamanho das suas refeições ou não fizeram algumas e até 3,7 milhões de adultos procuraram alimentos em organizações humanitárias ou recorreram a bancos alimentares”, exemplifica a ONG.

No mesmo dia em que a Oxfam publicava o seu relatório sobre a fome no mundo, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, emitia um comunicado a alertar para o risco de a pandemia colocar na pobreza 45 milhões de pessoas que atualmente integram a classe média na América Latina e Caraíbas.

“Num contexto de desigualdades já gritantes, de taxas elevadas de trabalho informal e de uma fragmentação dos serviços de saúde, as populações e as pessoas mais vulneráveis são, uma vez mais, as mais afetadas”, disse António Guterres.

Com mais de três milhões de infetados com o novo coronavírus, dos quais mais de metade registados no Brasil, a região da América Latina e Caraíbas tornou-se neste momento o epicentro da pandemia da doença covid-19. México, Peru e Chile estão também entre os países mais afetados.

 

“Os que estão no topo continuam a lucrar”

De acordo com um documento dedicado às consequências da pandemia naquela região, divulgado por Guterres, as Nações Unidas anteveem que a taxa de pobreza nesta zona do mundo aumente 7% este ano (o que representa mais 45 milhões de pessoas), crescendo para um total de 230 milhões de pobres, o que representa 37,2% da população total que vive nos países da América Latina e Caraíbas.

Para contrariar esta evolução, a organização internacional defende que os governos devem fornecer um rendimento mínimo de emergência e subsídios contra a fome. António Guterres apelou ainda à comunidade internacional para que “forneça liquidez, uma assistência financeira e um alívio da dívida” aos países da região da América Latina e Caraíbas.

O mesmo pedido foi reforçado pela Oxfam, que no seu relatório defende que os governos devem “financiar em pleno o apelo humanitário da ONU”, “cancelar a dívida para permitir que os países de menor rendimento ponham em prática medidas de proteção social”, “apoiar o apelo da ONU para um cessar-fogo global” e “avançar com medidas urgentes para enfrentar a crise climática”.

Até porque, denuncia a Oxfam, “os que estão no topo continuam a lucrar”. De acordo com o relatório desta ONG, “oito das maiores empresas de alimentos e de bebidas pagaram mais 18 mil milhões de dólares (cerca de 15,9 mil milhões de euros) aos acionistas desde janeiro”, um montante que “é dez vezes mais do que o valor solicitado num apelo da ONU no âmbito da pandemia da covid-19 para impedir que as pessoas passem fome”, destacou a organização.

 

Artigos relacionados

AstraZeneca: fundos públicos financiaram vacina em 97%?

AstraZeneca: fundos públicos financiaram vacina em 97%?

Fundos públicos com diversas origens financiaram pelo menos 97% dos custos de investigação e desenvolvimento que permitiram a criação e o lançamento da vacina anti-covid-19 do grupo Oxford/AstraZeneca. A conclusão faz parte de um estudo, publicado a 10 de abril, por investigadores da Universities Allied for Essential Medicines, ainda não sujeito a qualquer revisão por outros cientistas.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

Seminário de Coimbra assinala Dia Internacional dos Monumentos e Sítios com direto na cúpula da igreja novidade

Uma conversa em cima do andaime montado na cúpula da igreja do Seminário Maior de Coimbra irá juntar, no próximo dia 19 de abril, pelas 18h, o padre Nuno Santos, reitor da instituição, e Luís Aguiar Campos, coordenador do projeto de conservação e restauro do seminário. A iniciativa pretende assinalar o Dia Mundial dos Monumentos e Sítios (que se celebra domingo, 18) e será transmitida em direto no Facebook.

Vaticano saúda muçulmanos no Ramadão novidade

O Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-religioso, da Santa Sé, enviou uma mensagem aos muçulmanos de todo o mundo, por ocasião do início do Ramadão, convidando todos os crentes a serem “construtores e reparadores” da esperança.

China quer que clérigos tenham amor pelo Partido Comunista

Novo decreto governamental é “mais uma medida totalitária para limitar a liberdade religiosa”, acusa organização de direitos humanso. O decreto aplica-se a todas as religiões, ou seja, lamas budistas, clérigos cristãos, imãs muçulmanos e outros líderes religiosos.

Aumentar valor das prestações sociais, sugere Pedroso nos 25 anos do RSI

O valor das prestações sociais como o Rendimento Social de Inserção (RSI) deveria aumentar, pois já não responde às necessidades das pessoas mais vulneráveis. A ideia é defendida por Paulo Pedroso, que foi o principal responsável pela comissão que estudou o modelo de criação do então Rendimento Mínimo Garantido (RMN).

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

É notícia

Entre margens

Europa: um Pacto Ecológico para inglês ver? novidade

“O Pacto Ecológico Europeu é … uma nova estratégia de crescimento que visa transformar a UE numa sociedade equitativa e próspera, dotada de uma economia moderna, eficiente na utilização dos recursos e competitiva, que, em 2050, tenha zero emissões líquidas de gases com efeito de estufa e em que o crescimento económico esteja dissociado da utilização dos recursos.” (Pacto Ecológico)

Leprosários novidade

A mais recente Responsum ad dubium[1] da Congregação para a Doutrina da Fé relativa à bênção de uniões homossexuais tem feito correr rios de tinta. Se, por um lado, haja quem veja um retrocesso no caminho de inclusão delineado pelo Papa Francisco, outros encaram esta resposta como um travão necessário à prática de bênçãos a casais homossexuais, em total coerência com a linha da doutrina moral da Igreja.

Para condenar não me chamem

Após vinte e dois anos de trabalho dentro de uma prisão ainda me pergunto: que falta faz um padre na prisão? Talvez seja necessário responder antes a uma outra: para que serve a prisão? O sistema prisional devia ter dois objetivos fundamentais: proteger a sociedade de condutas criminosas e proporcionar aos reclusos uma hipótese de reabilitar as suas vidas.

Cultura e artes

A torrente musical de “Spem in Alium”, de Thomas Tallis

Uma “torrente musical verdadeiramente arrasadora”, de esperança pascal, diz o padre Arlindo Magalhães, comentador musical, padre da diocese do Porto e responsável da comunidade da Serra do Pilar (Gaia), a propósito da obra de Thomas Tallis Spem in Alium (algo que se pode traduzir como “esperança para lá de todas as ameaças”).

A Páscoa é sempre “pagã”

A Páscoa é sempre pagã / Porque nasce com a força da primavera / Entre as flores que nos cativam com promessas de frutos. / Porque cheira ao sol que brilha na chuva / E transforma a terra em páginas cultivadas / Donde nascem os grandes livros, os pensamentos / E as cidades que se firmam em pactos de paz.

50 Vozes para Daniel Faria

Daniel Faria o último grande poeta português do século XX, morreu há pouco mais de vinte anos. No sábado, dia 10, assinala-se o 50.º aniversário do seu nascimento. A Associação Casa Daniel assinala a efeméride com a iniciativa “50 Vozes para Daniel Faria” para evocar os poemas e a memória do poeta.

Sete Partidas

É o vírus, estúpido!

No princípio da semana (22 março),  Angela Merkel reuniu com os ministros-presidentes dos estados alemães para tomar decisões sobre o que fazer perante o actual descontrolo da situação na Alemanha. As hesitações dos políticos e os truques que alguns responsáveis regionais arranjaram para iludir as regras combinadas por todos foram fatais para a luta contra a mutação inglesa. Esta terceira vaga está a ser ainda mais rápida e avassaladora do que já se temia.

Aquele que habita os céus sorri

Agenda

Parceiros

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This