EUA

Ódio na origem de destruição de estátuas de Gandhi

| 22 Ago 2022

A estátua destruída na entrada exterior do templo hindu de Shri Tulsi Mandir, em Queens, Nova Iorque (EUA). Foto do Twitter do COPCP2020.

A estátua destruída na entrada exterior do templo hindu de Shri Tulsi Mandir, em Queens, Nova Iorque (EUA). Foto do Twitter do COPCP2020.

 

Uma estátua de Gandhi foi atacada e desfigurada pela segunda vez em três semanas, levando a Polícia de Nova Iorque a abrir uma investigação por crime de ódio.

O caso de vandalismo ocorreu na entrada exterior do templo hindu de Shri Tulsi Mandir, na zona novaiorquina de Queens, tendo o primeiro ataque acontecido em 4 de agosto. Nessa altura, seis jovens aparentando entre 25 e 30 anos, atacaram a estátua de Mahatma Gandhi com uma marreta e escreveram a spray no chão a palavra dog (cão).

A Coligação Hindu da América do Norte diz, em declarações publicadas pela agência RNS –  Religion News Service, que estes são apenas os últimos casos de manifestação de ódio que têm acontecido em várias partes dos Estados Unidos da América, com frequência polarizados na figura de Gandhi, que protagonizou a desobediência civil de caráter pacífico, que se inscreveu no processo que conduziu à independência da India.

O caso de Queens despertou a condenação e solidariedade da comunidade local, bem como de várias outras figuras e entidades em Nova Iorque e no país.

 

Mais de 1.000 jovens cristãos caminharam pela paz nas ruas de Jerusalém

Via Sacra ecuménica

Mais de 1.000 jovens cristãos caminharam pela paz nas ruas de Jerusalém novidade

A guerra em Israel prossegue e o sentimento de insegurança em Jerusalém cresce. Ainda assim, ou talvez por isso mesmo, a tradicional Via Sacra que ali se realiza anualmente por ocasião da segunda semana da Quaresma não foi cancelada. Na passada sexta-feira, 23 de fevereiro, mais de mil crianças e jovens que frequentam as escolas cristãs da cidade, acompanhados de inúmeros familiares e professores, percorreram as ruas de lenços brancos na mão, pedindo a paz para todo o mundo, e em particular para a Terra Santa.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

A propósito das eleições…

A propósito das eleições… novidade

Uma das coisas boas que a revolução de 1974 nos trouxe foi a possibilidade de escolhermos os nossos representantes políticos. Para a geração dos meus pais, a revolução foi um momento intenso. Finalmente chegara a liberdade. Começaram a participar activamente na vida política, viram o fim da guerra colonial e uma descolonização tumultuosa, assistiam com interesse a debates políticos na TV, debatiam ideologias e as propostas de diferentes partidos políticos. [Texto de Marco Oliveira]

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This