ONGs e personalidades portuguesas pedem recuperação económica justa e sustentável

| 22 Abr 20

São mais de 90 organizações e personalidades da sociedade portuguesa. Subscreveram o Manifesto por uma Recuperação Económica Justa e Sustentável em Portugal, numa prévia tomada de posição face ao esperado debate sobre a recuperação económica. Defendem uma sociedade mais eficiente no consumo de recursos e mais resiliente, e que as decisões a tomar tenham como referencial o Pacto Ecológico Europeu, os acordos de Paris, os objetivos de proteção da biodiversidade e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

O documento é assinado por 27 associações e ONG’s que trabalham nas áreas do ambiente, agricultura, ação social e desenvolvimento, e por personalidades ligadas ao meio académico, economistas, cientistas, artistas e desportistas. Dizem que “não se trata de criar uma nova economia do zero”, mas de afirmar que uma economia justa e sustentável é o único caminho para a recuperação da economia portuguesa.

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Share This