Carta à Assembleia das Nações Unidas

Organizações cristãs pedem convenção para redistribuição justa da riqueza

| 23 Out 2023

Uma mulher conta o seu dinheiro num mercado em Kamina, na República Democrática do Congo. Construído pelo Comité Metodista Unido de Ajuda (UMCOR). Foto Paul JeffreyVida na Terra

Uma mulher conta o seu dinheiro num mercado em Kamina, na República Democrática do Congo. “A necessidade de recursos financeiros nunca foi tão crucial”, defendem as organizações cristãs. Foto © Paul Jeffrey/Vida na Terra.

 

Numa carta dirigida à Assembleia Geral das Nações Unidas, cinco organizações representando mais de 600 milhões de cristãos em 120 países pediram aos líderes mundiais ali reunidos que avancem no processo de elaboração de “uma convenção sobre os impostos juridicamente vinculativa, garantindo que esta responde às necessidades dos países em desenvolvimento”, revelou esta segunda-feira, 23 de outubro, o Conselho Mundial de Igrejas (CMI).

“Num mundo que enfrenta múltiplas crises – a crise do custo de vida, o retrocesso na democracia, os direitos humanos e a justiça de género, e a emergência climática – a necessidade de recursos financeiros nunca foi tão crucial”, pode ler-se na carta. “No entanto, o sistema financeiro e fiscal internacional predominante, orientado para o lucro, desvia sistematicamente recursos para os já ricos e poderosos, agravando as desigualdades e prejudicando os nossos ecossistemas cada vez mais frágeis”, salientam os líderes cristãos.

Assim, defendem, é necessária uma convenção “para combater eficazmente os fluxos financeiros ilícitos e a evasão fiscal da parte de empresas multinacionais e indivíduos ricos, incluindo através do desenvolvimento de métodos unitários de tributação corporativa para garantir que as multinacionais paguem impostos onde ocorrem atividades económicas, fechando paraísos fiscais e publicando relatórios de lucros país por país”.

Além do Conselho Mundial de Igrejas, assinaram a carta os representantes da Comunhão Mundial de Igrejas Reformadas, Federação Luterana Mundial, Conselho Metodista Mundial e Conselho para a Missão Mundial, os mesmos que já no início de setembro haviam enviado uma missiva ao G20 instando os líderes daqueles países a entre outras medidas, apoiarem “uma Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Cooperação Fiscal Internacional” [ver 7MARGENS].

A carta aberta apelava não só à implementação de impostos progressivos sobre a riqueza, como a impostos progressivos sobre o carbono e a poluição, e à libertação dos países em desenvolvimento das suas onerosas e históricas dívidas externas.

 

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas

7MARGENS antecipa estudo

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas novidade

Ao basear-se em inquéritos junto das famílias, as estatísticas oficiais em Portugal não captam as situações daqueles que não vivem em residências habituais, como as pessoas em situação de sem-abrigo, por exemplo. E é por isso que “subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia a Cáritas Portuguesa na introdução ao seu mais recente estudo, que será apresentado na próxima terça-feira, 27 de fevereiro, na Universidade Católica Portuguesa do Porto.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra

Atividades abertas a todos

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra novidade

Empenhado em ser “um lugar onde a Cultura e a Espiritualidade dialogam com a cidade”, o Seminário de Coimbra acolhe, na próxima segunda-feira, 26, a atividade “Humanizar através do teatro – A Importância da Compaixão” (que inclui a representação de uma peça, mas vai muito além disso). Na terça-feira, dia 27, as portas do Seminário voltam a abrir-se para receber o biólogo e premiado fotógrafo de natureza Manuel Malva, que dará uma palestra sobre “Salvar a natureza”. 

Era uma vez na Alemanha

Era uma vez na Alemanha novidade

No sábado 3 de fevereiro, no centro de Berlim, um estudante judeu foi atacado por outro estudante da sua universidade, que o reconheceu num bar, o seguiu na rua, e o agrediu violentamente – mesmo quando já estava caído no chão. A vítima teve de ser operada para evitar uma hemorragia cerebral, e está no hospital com fracturas em vários ossos do rosto. Chama-se Lahav Shapira. [Texto de Helena Araújo]

Vitrais e escultura celebram videntes de Fátima na Igreja da Golpilheira

Inaugurados dia 25

Vitrais e escultura celebram videntes de Fátima na Igreja da Golpilheira novidade

A comunidade cristã da Golpilheira – inserida na paróquia da Batalha – vai estar em festa no próximo domingo, 25 de fevereiro, data em que serão inaugurados e benzidos os novos vitrais e esculturas dos três videntes de Fátima que passarão a ornamentar a sua igreja principal – a Igreja de Nossa Senhora de Fátima. As peças artísticas foram criadas por autores nacionais, sob a coordenação do diretor do Departamento do Património Cultural da Diocese de Leiria-Fátima, Marco Daniel Duarte.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This