Amnistia Internacional

Os trabalhadores dos estádios do Qatar também têm direitos

| 18 Set 2022

Estádio no Qatar

 

Uma nova sondagem global requisitada pela Amnistia Internacional revela que quase três quartos (73%) dos adultos inquiridos defende que a FIFA deve indemnizar os trabalhadores migrantes que sofreram violações de direitos humanos durante os preparativos para o Campeonato do Mundo de 2022.

A sondagem envolveu adultos de 15 países, mais de 17 mil, segundo a Amnistia Internacional, cuja maioria indicou que gostava que a associação do país a que pertence pudesse ser mais ativa na defesa dos direitos humanos nesta situação, em que a organização do Mundial é acusada de vários atentados contra os direitos humanos dos seus trabalhadores, nomeadamente percebendo o que se passa.

“Estas descobertas enviam uma mensagem clara à liderança do futebol. Em todo o mundo, as pessoas são unidas no seu desejo de ver a FIFA a intensificar e reparar o sofrimento suportado por trabalhadores migrantes no Qatar. Também querem ver as suas associações nacionais a posição mais firme”, disse Steve Cockburn, Chefe do Departamento Económico e Social da Amnistia Internacional.

Em maio deste ano, um conjunto de organizações criou o #PayupFIFAOs resultados da sondagem fundamentam o propósito da campanha #PayUpFIFA lançada por uma coligação de organizações de direitos humanos – incluindo a Amnistia Internacional – junto de grupos de adeptos e sindicatos, em maio de 2022, que apelava à FIFA para reservar um fundo para indemnizar trabalhadores e prevenir abusos futuros.

 

Corpo de Alexei Navalny já foi entregue à mãe

Nove dias após a sua morte numa prisão russa

Corpo de Alexei Navalny já foi entregue à mãe novidade

O corpo do líder da oposição russa, Alexei Navalny, foi entregue à sua mãe, informou ontem, sábado, Ivan Zhdanov, diretor da Fundação Anti-Corrupção de Navalny e um dos seus principais assessores na sua conta de Telegram. O responsável agradeceu a “todos” os que apelaram às autoridades russas para que devolvessem o corpo de Navalny à sua mãe, citado pela Associated Press.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Bispos católicos belgas vão debater sacerdotes casados e mulheres diáconos

Como preparação para a segunda sessão do Sínodo

Bispos católicos belgas vão debater sacerdotes casados e mulheres diáconos novidade

Os bispos católicos da Bélgica enviaram às dioceses e comunidades locais do seu país uma carta no dia 16 de fevereiro sugerindo a reflexão sobre dois temas ministeriais, a ordenação sacerdotal de homens casados e a instituição de mulheres diaconisas, como forma de preparação dos trabalhos da segunda sessão do Sínodo dos Bispos, que decorrerá em Roma em outubro próximo.

Cristo Cachorro, versão 2024

Cristo Cachorro, versão 2024 novidade

Invejo de morte a paixão que os cartazes da Semana Santa de Sevilha conseguem despertar. Os sevilhanos importam-se com a sua cidade, as festas e com a imagem que o cartaz projecta, se bem que com o seu quê de possessivo, mas bem melhor que a apatia. Não fossem frases como “É absolutamente uma vergonha e uma aberração” e as missas de desagravo e o quadro cartaz deste ano teria passado ao lado.

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas

7MARGENS antecipa estudo

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas

Ao basear-se em inquéritos junto das famílias, as estatísticas oficiais em Portugal não captam as situações daqueles que não vivem em residências habituais, como as pessoas em situação de sem-abrigo, por exemplo. E é por isso que “subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia a Cáritas Portuguesa na introdução ao seu mais recente estudo, que será apresentado na próxima terça-feira, 27 de fevereiro, na Universidade Católica Portuguesa do Porto.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This