Pablo Iglesias ao lado do Papa contra porta-voz dos bispos espanhóis

| 24 Abr 20

O vice-presidente do Governo espanhol, Pablo Iglesias, manifestou-se favorável a uma prestação mínima vital, “que não vá para os paraísos fiscais”. Invocando o Papa, que há dias manifestara uma opinião semelhante, o líder do Podemos contrariava desse modo a apreciação do porta-voz do episcopado, que três dias antes se manifestara contra a ideia.

“Fico-me com o que diz o Papa Francisco, que demonstrou novamente uma enorme sensibilidade social, ao colocar a necessidade de todas as pessoas terem um rendimento mínimo vital. E até nova ordem, o Papa é o chefe da Igreja Católica”, afirmou nesta quinta-feira, 23, citado pelo Religión Digital. Segunda-feira passada, 20 de Abril, o porta-voz da Conferência Episcopal Espanhola, Luis Argüello, manifestar-se contra a ideia de um rendimento mínimo vital, dizendo que isso não deveria dar origem a “uma espécie de subsídio permanente”.

Artigos relacionados