Macieira da Lixa

Padre Mário sofre acidente de viação

| 27 Jan 2022

Padre Mário de Oliveira, da Lixa. Foto da sua página de Facebook.

 

O padre Mário de Oliveira, 84 anos, sofreu, na quarta-feira à tarde, um acidente de automóvel em Macieira da Lixa, onde reside, provocando-lhe diversas fraturas e ferimentos, segundo informou a revista Visão, esta quinta-feira, na sua edição online.

De acordo com a publicação, por razões ainda não esclarecidas, o carro que conduzia despistou-se, tendo embatido numa casa. 

Transportado ao Centro Hospital do Tâmega e Sousa, em Penafiel, em estado grave, com traumatismos múltiplos, Mário de Oliveira foi submetido a uma intervenção de urgência. Está internado nos cuidados intensivos, com prognóstico reservado.

Mário de Oliveira ficou conhecido por se ter oposto, enquanto capelão militar, à Guerra Colonial, o que lhe valeu ser preso duas vezes durante o regime do Estado Novo. Padre desde 1962 e antigo pároco de Macieira da Lixa, Mário de Oliveira acabaria, mais tarde, sem nomeação do bispo para qualquer serviço pastoral, por causa de muitas posições que foi assumindo, contestando vários enunciados da tradição católica.

 

Os confins da fenomenologia

Emmanuel Falque na Universidade de Coimbra novidade

Reflectir sobre os confins da fenomenologia a partir do projecto filosófico de Emmanuel Falque é o propósito da Jornada Internacional de Estudos Filosóficos, “O im-pensável: Nos confins da fenomenalidade”, que decorrerá quinta-feira, dia 26 de Maio, na Universidade de Coimbra (FLUC – Sala Vítor Matos), das 14.00 às 19.00. O filósofo francês intervirá no encerramento da iniciativa.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

“A grande substituição”

[Os dias da semana]

“A grande substituição” novidade

Outras teorias da conspiração não têm um balanço igualmente inócuo para apresentar. Uma delas defende que estamos perante uma “grande substituição”; não ornitológica, mas humana. No Ocidente, sustentam, a raça branca, cristã, está a ser substituída por asiáticos, hispânicos, negros ou muçulmanos e judeus. A ideia é velha.

Humanizar não é isolar

Humanizar não é isolar novidade

É incontestável que as circunstâncias de vida das pessoas são as mais diversas e, em algumas situações, assumem contornos improváveis e, muitas vezes, indesejáveis. À medida que se instalam limitações resultantes ou não de envelhecimento, alguns têm de habitar residências sénior, lares de idosos, casas de repouso,…

Agenda

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This