Padre Tony Neves: “Não podemos voltar ao normal, o ‘normal’ foi o problema”

| 29 Mar 20

Padre Tony Neves em Dacar, Senegal

Padre Tony Neves em Dacar, Senegal: os missionários estão preocupados com o que pode acontecer no hemisfério Sul. Foto: Direitos reservados

 

“Não podemos voltar ao ‘normal’” depois da pandemia de covid-19, “porque o ‘normal’ foi o problema”, diz o padre Tony Neves, responsável mundial pelo Departamento Justiça e Paz dos Missionários Espiritanos e colaborador do 7MARGENS. Em entrevista à Rádio Renascença e à agência Ecclesia, acrescenta que será “um erro histórico grave” voltar ao normal. “O mundo investiu muito a pensar na guerra, nas armas e no terrorismo, mas devia ter investido era na saúde, na educação e na ciência, porque isso é que nos teria agora dado ferramentas para estarmos preparados para a chegada desta pandemia.”

Na entrevista, publicada na íntegra numa das ligações indicadas, o missionário diz que a direcção geral da congregação tem feito saber aos seus 3000 missionários espalhados pelo mundo que devem redobrar de cuidados. “É preciso que sejamos pioneiros nesta preocupação de evitar que o vírus chegue e se espalhe muito em todo o mundo”, tendo em conta que no hemisfério Sul as consequências podem ser ainda mais trágicas.

O novo coronavírus obriga a todos a ser “altruísta e pensar muito também nos outros”, acrescenta. E os cristãos, acrescenta, não devem olhar para o que se passa como “um castigo” de um Deus “castigador e vingativo” e devem encarar a ciência como fruto da sabedoria que Deus dá” e seguir os conselhos de médicos e cientistas.

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Share This