Arcebispo pediu desculpa

Padres abusadores nas listas para o conselho presbiteral de Bruxelas

| 10 Mai 2024

Luc Terlinden, Diocese de Malinas-Bruxelas

Luc Terlinden, arcebispo de Malinas-Bruxelas desde Junho 2023. Foto © Armelle Delmelle, via Wikimedia Commons.

O escândalo estalou, nos últimos dias, na Arquidiocese de Malinas-Bruxelas, quando foi tornado público que havia padres abusadores de crianças na lista para o Conselho Presbiteral. O arcebispo já veio pedir desculpas às vítimas, garantir que esses padres não integrarão o órgão de consulta e prometer uma investigação sobre o caso.

O problema suscitado refere-se, em particular, à lista do Vicariato de Brabante Flamengo e Mechelen, na qual figuram nomes de presbíteros que seriam conhecidos como abusadores. O padre Rik Devillé, fundador de um grupo de trabalho sobre direitos humanos na Igreja, reconheceu três perpetradores conhecidos na lista, na categoria com mais de 75 anos.

“Não pude acreditar quando a lista eleitoral chegou à minha caixa de correio: três perpetradores que abusaram de várias vítimas menores. Um deles foi levado à justiça e pelo menos foi alcançado um acordo para os outros dois. O último acordo [com uma vítima] foi há apenas uma semana. Uma pena”, declarou o padre Devillé, citado pelo jornal De Standaard.

O arcebispo Luc Terlinden emitiu um comunicado na quarta-feira, 8 de maio, em que pede desculpas especialmente a quem foi abusado. “Este é um erro grave da nossa parte e lamento muito pelas vítimas. Reconheço o erro e gostaria de pedir desculpas às vítimas. Já estou a investigar e tomarei as medidas apropriadas”, assegura o prelado.

A situação é complicada porque o bispo assinou uma carta que acompanha as listas que foram enviadas pelo correio para os padres votarem. O seu porta-voz justifica o erro, dizendo que Terlinden não verificou em pormenor os nomes que nelas figuravam.

O assunto foi mesmo levantado na última semana no Parlamento do país por um deputado que disse estar a faltar à Igreja “reflexo crítico”, perguntando: “Quantas vezes é que ela irá fazer as vítimas passarem pelo inferno?”

 

Guerra e Paz: angústias e compromissos

Um ensaio

Guerra e Paz: angústias e compromissos novidade

Este é um escrito de um cristão angustiado e desorientado, e também com medo, porque acredita que uma guerra devastadora na Europa é de alta probabilidade. Quando se chega a este ponto, é porque a esperança é já pequena. Manda a consciência tentar fazer o possível por evitar a guerra e dar uma oportunidade à paz. — ensaio de Nuno Caiado

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Na Calábria, com Migrantes e Refugiados

Na Calábria, com Migrantes e Refugiados novidade

Estou na Calábria com vista para a Sicília e o vulcão Stromboli ao fundo. Reunião de Coordenadores das Redes Internacionais do Graal. Escolhemos reunir numa propriedade de agroturismo ecológico, nas escarpas do mar Jónio, da antiga colonização grega. Na Antiguidade, o Mar Jónico foi uma importante via de comércio marítimo.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This