Direitos da Criança

Papa acolhe sete mil crianças e um rapper

| 5 Nov 2023

Papa fez anúncio do encontro com crianças, à janela do apartamento pontifício, acompanhado de cinco crianças, em representação dos cinco continentes. Foto © Vatican Media, via Agência Ecclesia.

A 1 de outubro, o Papa fez o anúncio do encontro com crianças, à janela do apartamento pontifício, acompanhado de cinco crianças, em representação dos cinco continentes. Foto © Vatican Media, via Agência Ecclesia.

 

Mais de 7 000 crianças de 84 países de todo o mundo vão encontrar-se esta segunda-feira, dia 6, com o Papa Francisco — e com um rapper italiano que irá atuar no encontro que o bispo de Roma já tinha anunciado a 1 de outubro.

Antecipando o Dia Mundial dos Direitos da Criança, comemorado pelas Nações Unidas no dia 20 de novembro de cada ano, a reunião terá lugar na Sala de Audiências Paulo VI do Vaticano, o mesmo local onde o bispo de Roma presidiu de 4 a 29 de outubro à reunião do Sínodo dos Bispos.

 “As crianças nos ensinam a clareza dos relacionamentos, o acolhimento espontâneo de estranhos e o respeito por toda a criação”, disse Francisco quando anunciou o encontro. “Queridos filhos, a todos vós, espero que aprendam com vocês também”, acrescentou.

Para o encontro está prevista a atuação de Mr. Rain, o nome artístico do rapper italiano Mattia Belardi, o que tem provocado o entusiasmo junto da comunicação social italiana, descreve o site Crux.

O Papa citou, numa entrevista em março ao jornal italiano Il Fatto Quotidiano, uma das canções mais famosas de Mr. Rain, Supereroi (Superheroes, na versão inglesa). O pontífice observou que a canção cita uma frase célebre do bispo Tonino Bello, o mais famoso “bispo da paz” contemporâneo da Itália, que agora é candidato à beatificação.

“Recentemente, uma canção retoma a sua famosa frase: ‘Somos anjos com uma só asa’. Para voar, temos que ser abraçados pelo nosso irmão, cuja asa seguramos enquanto ele segura a nossa”, explicou o Papa.“Ninguém se salva sozinho: vimos isso também durante a pandemia”, disse Francisco.

Também neste domingo, depois da oração do ângelus, o Papa lembrou as crianças vítimas de guerras, nomeadamente nos territórios de Gaza e da Ucrânia: “Pensemos nas crianças, em todas as crianças afetadas por esta guerra [em Gaza], bem como na Ucrânia e noutros conflitos. Assim se está a matar o seu futuro. Rezemos para que se tenha a força de dizer basta.”

Patrocinado oficialmente pelo Dicastério para a Cultura e a Educação do Vaticano, o evento é organizado por uma organização italiana sem fins lucrativos, a Auxilium, a Comunidade de Santo Egídio, um movimento católico frequentemente convocado pelo Papa para apoiar as suas iniciativas sociais; e departamentos escolares regionais na Itália.

Encontro com a Renovação Carismática

Entretanto, no sábado, Francisco absolveu o movimento da Renovação Carismática Católica por ter superado a sua “estreiteza de espírito”. Esta absolvição aconteceu depois do Papa ter reunido com o movimento, valorizando a “maturidade eclesial” alcançada cinco anos após o lançamento de uma nova estrutura. “Não se esqueçam que a vossa função não é julgar quem é ‘autêntico’ e quem não é”, alertou aos responsáveis ​​por este movimento eclesial.

“Você está crescendo em maturidade eclesial?” Foi esta a pergunta que o Papa deixou logo no início do seu discurso, convidando os presentes a serem “uma voz que acompanha e indica a todas as comunidades um caminho a percorrer em comunhão”. Neste sentido, citado pela Vida Nueva, felicitou-os por terem “superado a estreiteza de espírito”, notando que “estão a lutar contra isso e eu gosto disso”.

 

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas

7MARGENS antecipa estudo

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas novidade

Ao basear-se em inquéritos junto das famílias, as estatísticas oficiais em Portugal não captam as situações daqueles que não vivem em residências habituais, como as pessoas em situação de sem-abrigo, por exemplo. E é por isso que “subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia a Cáritas Portuguesa na introdução ao seu mais recente estudo, que será apresentado na próxima terça-feira, 27 de fevereiro, na Universidade Católica Portuguesa do Porto.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra

Atividades abertas a todos

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra novidade

Empenhado em ser “um lugar onde a Cultura e a Espiritualidade dialogam com a cidade”, o Seminário de Coimbra acolhe, na próxima segunda-feira, 26, a atividade “Humanizar através do teatro – A Importância da Compaixão” (que inclui a representação de uma peça, mas vai muito além disso). Na terça-feira, dia 27, as portas do Seminário voltam a abrir-se para receber o biólogo e premiado fotógrafo de natureza Manuel Malva, que dará uma palestra sobre “Salvar a natureza”. 

Era uma vez na Alemanha

Era uma vez na Alemanha novidade

No sábado 3 de fevereiro, no centro de Berlim, um estudante judeu foi atacado por outro estudante da sua universidade, que o reconheceu num bar, o seguiu na rua, e o agrediu violentamente – mesmo quando já estava caído no chão. A vítima teve de ser operada para evitar uma hemorragia cerebral, e está no hospital com fracturas em vários ossos do rosto. Chama-se Lahav Shapira. [Texto de Helena Araújo]

Vitrais e escultura celebram videntes de Fátima na Igreja da Golpilheira

Inaugurados dia 25

Vitrais e escultura celebram videntes de Fátima na Igreja da Golpilheira novidade

A comunidade cristã da Golpilheira – inserida na paróquia da Batalha – vai estar em festa no próximo domingo, 25 de fevereiro, data em que serão inaugurados e benzidos os novos vitrais e esculturas dos três videntes de Fátima que passarão a ornamentar a sua igreja principal – a Igreja de Nossa Senhora de Fátima. As peças artísticas foram criadas por autores nacionais, sob a coordenação do diretor do Departamento do Património Cultural da Diocese de Leiria-Fátima, Marco Daniel Duarte.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This