"Preocupação e tristeza"

Papa apela ao diálogo para pacificação da Nicarágua

| 21 Ago 2022

Imagem de arquivo (2018) do Papa Francisco na alocução do Angelus. Foto © Paris Orlando, CC BY-SA 4.0 <https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0>, via Wikimedia Commons.

Imagem de arquivo (2018) do Papa Francisco na alocução do Angelus. Foto © Paris Orlando, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons.

 

O Papa veio manifestar a sua “preocupação e tristeza” pela situação que se vive na Nicarágua, depois de a polícia ter invadido a cúria episcopal de Matagalpa, no norte do país, e ter prendido o bispo Rolando Alvarez, vários padres e alguns leigos.

Francisco disse acompanhar “de perto com preocupação e tristeza a situação que se criou na Nicarágua, que envolve pessoas e instituições”. 

Na alocução do Angelus, este domingo, na Praça de São Pedro, no Vaticano, citado pela agência Vatican News, o Papa Francisco deixou ainda um apelo, sem personalizar, dirigido a “todos” neste país da América Central: “Gostaria de expressar a minha convicção e a minha esperança de que, através de um diálogo aberto e sincero, se possam encontrar as bases para uma convivência respeitosa e pacífica. Peçamos ao Senhor, por intercessão da Puríssima, para que inspire esta vontade concreta no coração de todos.”

Na referida alocução, o Papa saudou ainda várias comunidades romanas e de peregrinos de diferentes regiões da Itália, instando por exemplo os jovens do Caminho da Via Lucis a seguirem o exemplo dos santos da “porta ao lado” e encontrarem os pobres que vivem nas estações ferroviárias.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa novidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

O que têm dito os papas sobre a paz

Debate e oração no Rato, em Lisboa

O que têm dito os papas sobre a paz novidade

As mensagens dos Papas para o Dia Mundial da Paz é o tema da intervenção do padre Peter Stilwell neste sábado, 3 de Dezembro (Capela do Rato, em Lisboa, 19h), numa iniciativa integrada nas celebrações dos 50 anos da vigília de oração pela paz que teve lugar naquela capela, quando um grupo de católicos quis permanecer em oração durante 48 horas, em reflexão sobre a paz e contra a guerra colonial.

Ministro russo repudia declarações do Papa

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa novidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This