Cheias no Brasil

Papa envia ajuda às populações afetadas

| 11 Mai 2024

05.05.2024 - Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante Sobrevoo na Região metropolitana de Porto Alegre - RS.

Imagens aéreas das cheias na cidade de Canoas, Rio Grande do Sul, captadas no dia 5/5/2024, no sobrevoo do Presidente da República, Lula da Silva.

 Foto © Ricardo Stuckert / PR, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons.

O Papa Francisco disponibilizou, através da Esmolaria Apostólica, a verba de 100 mil euros, o equivalente a 500 mil reais na moeda brasileira, para auxiliar as populações afetadas pelas cheias que têm assolado o estado do Rio Grande do Sul, no Brasil.

“A quantia será enviada à Região Sul 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que abrange todo o Rio Grande do Sul, para a ajudar de todas as formas possíveis”, afirmou Jaime Spengler, arcebispo de Porto Alegre e presidente da CNBB, citado pelo Vatican News, portal de notícias do Vaticano.

No final da oração Regina Caeli, do passado domingo, 5 de maio, Francisco manifestou a sua solidariedade para com as pessoas afetadas pelas cheias intensas que têm assolado o estado brasileiro do Rio Grande do Sul. “Que o Senhor acolha os falecidos, conforte as suas famílias e aqueles que tiveram que deixar as suas casas”, referiu o Papa, que também telefonou a Jaime Spengler, este sábado de manhã, tendo reiterado a sua solidariedade. “Manifesto minha solidariedade em favor de todos que estão sofrendo esta catástrofe. Estou próximo a vocês e rezo por vocês”, disse Francisco ao telefone, de acordo com uma noticia do site dos episcopado brasileiro.

Segundo o último balanço divulgado neste sábado, 11, pelo jornal brasileiro Folha de S. Paulo, o número de mortos por causa das cheias que tiveram início a 2 de maio é já de 131, havendo ainda 125 desaparecidos. Cerca de 1,9 milhões de pessoas, no total, foram afetadas de várias formas por esta calamidade. Parte delas ficaram desalojadas ou estão a viver temporariamente em abrigos.

Tudo começou nos últimos dias de abril, quando chuvas torrenciais atingiram a região do Rio Grande do Sul, provocando, em poucos dias, o transbordar do rio Guaíba que atravessa a capital do estado, Porto Alegre. Muitas ruas ficaram completamente submersas e até o aeroporto da cidade teve de ser encerrado, prevendo-se que não possa reabrir antes do final deste mês de maio. “O nível das águas praticamente não baixou e nas áreas baixas da cidade, as inundações continuam a aumentar”, relatou Spengler.

Perante este cenário, têm-se verificado vários fenómenos de solidariedade para com as populações locais. Para além desta doação do Papa, cidadãos comuns têm-se mobilizado para ajudar quem precisa. “Visitei vários lugares onde os desalojados são acolhidos, e é realmente extraordinário o trabalho realizado por muitos voluntários, juntamente com as nossas comunidades”, acrescentou o arcebispo.

Também a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) lançou uma campanha para auxiliar as pessoas afetadas. “Voltamo-nos para Deus em oração, clamando por compaixão por tantas pessoas que sofrem. Tem piedade de nós, Senhor! Vem em nosso auxílio e ouve a nossa oração”, afirmou a pastora presidente da IECLB, Sivlia Genz.

A partir de Portugal, podem também ser feitas doações, por exemplo, através da Câmara Municipal do Porto, da página oficial de Instagram do estado do Rio Grande do Sul, ou do Movimento União BR, entre outros, conforme noticia o Público.

Patriarca de Lisboa convida “todos” para “momento raro” na Igreja

A um mês da ordenação de dois bispos

Patriarca de Lisboa convida “todos” para “momento raro” na Igreja novidade

O patriarca de Lisboa, Rui Valério, escreveu uma carta a convocar “todos – sacerdotes, diáconos, religiosos, religiosas e fiéis leigos” da diocese para estarem presentes naquele que será o “momento raro da ordenação episcopal de dois presbíteros”. A ordenação dos novos bispos auxiliares de Lisboa, Nuno Isidro e Alexandre Palma, está marcada para o próximo dia 21 de julho, às 16 horas, na Igreja de Santa Maria de Belém (Mosteiro dos Jerónimos).

“Sempre pensei envelhecer como queria viver”

Modos de envelhecer (19)

“Sempre pensei envelhecer como queria viver” novidade

O 7MARGENS iniciou a publicação de depoimentos de idosos recolhidos por José Pires, psicólogo e sócio fundador da Cooperativa de Solidariedade Social “Os Amigos de Sempre”. Publicamos hoje o décimo nono depoimento do total de vinte e cinco. Informamos que tanto o nome das pessoas como as fotografias que os ilustram são da inteira responsabilidade do 7MARGENS.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Sínodo, agora, é em Roma… que aqui já acabou

Sínodo, agora, é em Roma… que aqui já acabou novidade

Em que vai, afinal, desembocar o esforço reformador do atual Papa, sobretudo com o processo sinodal que lançou em 2021? Que se pode esperar daquela que já foi considerada a maior auscultação de pessoas alguma vez feita à escala do planeta? – A reflexão de Manuel Pinto, para ler no À Margem desta semana

Nada se perde: um antigo colégio dos Salesianos é o novo centro de acolhimento do Serviço Jesuíta aos Refugiados

Inaugurado em Vendas Novas

Nada se perde: um antigo colégio dos Salesianos é o novo centro de acolhimento do Serviço Jesuíta aos Refugiados novidade

O apelo foi feito pelo Papa Francisco: utilizar os espaços da Igreja Católica devolutos ou sem uso para respostas humanitárias. Os Salesianos e os Jesuítas em Portugal aceitaram o desafio e, do antigo colégio de uns, nasceu o novo centro de acolhimento de emergência para refugiados de outros. Fica em Vendas Novas, tem capacidade para 120 pessoas, e promete ser amigo das famílias, do ambiente, e da comunidade em que se insere.

Bispos católicos de França apelam à fraternidade e justiça, mas não se demarcam da extrema-direita

Com as eleições no horizonte

Bispos católicos de França apelam à fraternidade e justiça, mas não se demarcam da extrema-direita novidade

O conselho permanente dos bispos da Igreja Católica de França considera, num comunicado divulgado esta quinta-feira, 20 de junho, que o resultado das recentes eleições europeias, que deram a vitória à extrema-direita, “é mais um sintoma de uma sociedade ansiosa, dividida e em sofrimento”. Neste contexto, e em vésperas dos atos eleitorais para a Assembleia Nacional, apresentaram uma oração que deverá ser rezada por todas as comunidades nestes próximos dias.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This