Papa insiste no papel das mulheres em lugares de responsabilidade

| 19 Nov 18 | Papa Francisco, Vaticano/Santa Sé

O Papa Francisco sublinhou que “é muito importante que se reconheça cada vez mais a contribuição das mulheres no campo da investigação teológica científica e do ensino da teologia, considerados durante muito tempo territórios quase exclusivos do clero”.

Num curto discurso na cerimónia de entrega do Prémio Ratzinger, no passado sábado, 17 de Novembro, o Papa acrescentou: “É necessário que esta contribuição seja estimulada e encontre um espaço mais amplo, de modo coerente com a crescente presença de mulheres nos diversos campos de responsabilidade da Igreja, em particular, e não só no campo cultural.”

O Prémio Ratzinger deste ano contemplou, pela segunda vez, depois da francesa Anne-Marie Pelletier, o nome de uma mulher: Marianne Schlosser, professora na Universidade de Viena, especialista em teologia das épocas patrística (primeiros séculos cristãos) e medieval. São Boaventura é um dos autores que tem trabalhado e Joseph Ratzinger (o Papa emérito Bento XVI), patrono do prémio, dedicara também, em 1959, a São Boaventura e a Teologia da Históriaum dos seus primeiros trabalhos de jovem teólogo.

As doutoras da Igreja

“Desde que Paulo VI proclamou doutoras da Igreja a Teresa de Ávila e Catarina de Sena, não pode haver dúvida alguma de que as mulheres possam alcançar os cumes mais altos da inteligência da fé. João Paulo II e Bento XVI também o confirmaram, incluindo na série de doutoras os nomes de outras mulheres, Santa Teresa de Lisieux e Hildegarda de Bingen”, afirmou o Papa.

Além da teologia, os prémios Ratzinger passaram a incluir a distinção nas artes de inspiração cristã. Este ano, o escolhido nesta área foi o arquitecto suíço Mario Botta. “Ao longo da história da Igreja, os edifícios sagrados foram um apelo concreto a Deus e às dimensões do espírito onde quer que a proclamação cristã se tenha difundido”, afirmou Francisco. “Eles expressaram a fé da comunidade dos crentes, acolheram-na contribuindo para dar forma e inspiração à sua oração. O esforço do arquitecto, criador do espaço sagrado na cidade dos homens, tem, portanto, um enorme valor e deve ser reconhecido e acalentado pela Igreja, especialmente quando existe o risco do esquecimento da dimensão espiritual e da desumanização dos espaços urbanos.”

No discurso (na íntegra aqui, em castelhano), Francisco citou ainda a Bento XVI, num texto em que, numa pregação de São Boaventura no Advento, ele compara a esperança ao voo de uma ave: “Em certo sentido, toda ela se torna movimento para elevar-se e voar. Esperar é voar, diz são Boaventura. Mas a esperança exige que todos os nossos membros se coloquem em movimento e se projectem até à verdadeira altura do nosso ser, até às promessas de Deus. Quem espera – afirma – “deve levantar a cabeça, dirigindo ao alto os seus pensamentos, à altura da nossa existência, ou seja, até Deus.”

(Ler também, aqui, a crónica de Fernando Calado Rodrigues no JN, acerca do mesmo tema)

Foto: Ashwin Vaswani/Unsplash

Breves

Boas notícias

É notícia 

Cultura e artes

Uma audição comentada do Livro dos Salmos

Será uma audição comentada do Livro dos Salmos aquela que Alfredo Teixeira proporá nesta quarta-feira, 22 de Maio, a partir das 18h30, na Capela de Nossa Senhora da Bonança (Capela do Rato), em Lisboa (Calçada Bento da Rocha Cabral, 1-B).

Coro do Trinity College de Dublin em Lisboa para concerto e eucaristia

Neste sábado e domingo, 18 e 19 de Maio, Lisboa acolhe dois concertos do Coro da Capela do Trinity College de Dublin (Irlanda). Às 17 horas de sábado, o coro dará um concerto de música sacra na Sé de Lisboa; no domingo, participa na eucaristia dominical na Catedral Lusitana de S. Paulo em Lisboa (Comunhão Anglicana), com início às 11h00 (Rua das Janelas Verdes).

Pessoas

Sete Partidas

A Páscoa em Moçambique, um ano antes do ciclone – e como renasce a esperança

Um padre que passou de refugiado a conselheiro geral pode ser a imagem da paixão e morte que atravessou a Beira e que mostra caminhos de Páscoa a abrir-se. Na região de Moçambique destruída há um mês pelo ciclone Idai, a onda de solidariedade está a ultrapassar todas as expectativas e a esperança está a ganhar, outra vez, os corações das populações arrasadas por esta catástrofe.

Visto e Ouvido

Agenda

Mai
27
Seg
Conferências de Maio – “Os jovens chamados a transformar” – IV – “Os jovens descobrem Deus” @ Centro Nacional de Cultura
Mai 27@18:30_20:00

Participam Alfredo Teixeira, antropólogo e compositor, autor de Religião na Sociedade Portuguesa, Américo Aguiar, bispo auxiliar de Lisboa, e João Valério, arquitecto e músico.

Ver todas as datas

Entre margens

A União Europeia necessita de psicanálise

Importa olhar para o «subconsciente» da União Europeia e tentar perceber a causa de tão grande tormento. Dir-se-ia que a União Europeia necessita de fazer algumas sessões de psicanálise. Queiramos ou não, estejamos ou não de acordo, a realidade é que a União Europeia marcará o nosso futuro coletivo.

Fale connosco