Paquistão: Jovem cristã sequestrada será ouvida por juiz

| 5 Nov 2020

Manifestação de cristãos no Paquistão contra o sequestro de adolescentes destinadas a casamentos forçados. Foto © ACN-Portugal

 

Arzoo Raja, a jovem cristã de 13 anos sequestrada junto à sua casa em Karachi, a 13 de Outubro, será ouvida por um juiz nesta quinta-feira, 5 de Novembro, depois de um tribunal ter decretado que ela tinha de ser protegida pela polícia até lá.

O magistrado judicial ordenou ainda uma perícia médica para se determinar a idade da jovem: segundo a família, Arzoo tem 13 anos, muito menos do que os 18 anos que são o limite imposto na lei para poder casar. O sequestro de Arzoo por um muçulmano de 44 anos teria tido como objectivo obrigá-la a casar, e forçando a sua “conversão” ao islão.

Joel Amir Sohatra, antigo membro do Parlamento provincial do Punjab, disse entretanto à Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), numa mensagem enviada para Lisboa, que a família da criança está também a receber várias ameaças.

Sohatra, que encabeçou manifestações de protesto em Faisalabad em que a comunidade cristã pedia a libertação não só de Arzoo mas de todas as jovens sequestradas, assegurou à Fundação AIS que “há fortes rumores de que os fanáticos estão a ameaçar” a família de Arzoo, para abandonar o processo, assegurando que a rapariga “abraçou o islão” de livre vontade.

A decisão que o juiz tomar é considerada como podendo ser relevante não só para Arzoo, mas para todos os casos de jovens oriundas de minorias religiosas sequestradas e forçadas a casar no Paquistão.

“Vamos esperar até 5 de Novembro, para ver como o tribunal vai proceder com este assunto”, escreve Joel Amir Sohatra. “As minorias religiosas estão realmente ameaçadas e enfrentam [tempos de] incerteza no Paquistão…”

 

O que têm dito os papas sobre a paz

Debate e oração no Rato, em Lisboa

O que têm dito os papas sobre a paz novidade

As mensagens dos Papas para o Dia Mundial da Paz é o tema da intervenção do padre Peter Stilwell neste sábado, 3 de Dezembro (Capela do Rato, em Lisboa, 19h), numa iniciativa da Comunidade de Santo Egídio integrada nas celebrações dos 50 anos da vigília de oração pela paz que teve lugar naquela capela, quando um grupo de católicos quis permanecer em oração durante 48 horas, em reflexão sobre a paz e contra guerra colonial.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa novidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Ministro russo repudia declarações do Papa

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa novidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This