Patriarcado de Lisboa cria estrutura para apoio a pessoas com deficiência

e | 24 Abr 20

Pessoas com deficiência

“O tempo de confinamento a que estamos todos sujeitos neste momento não é uma surpresa para as pessoas com deficiência”, diz a responsável do serviço diocesano do patriarcado. Foto © Clara Diniz, cedida pela autora

O Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiência (SPPD), do patriarcado de Lisboa, lançou uma iniciativa de “apoio espiritual, psicológico e logístico”, neste tempo de isolamento social, para ajudar as famílias que tenham pessoas com deficiência a “encontrar soluções” para as suas dificuldades.

Através de um endereço de correio electrónico, as famílias podem entrar em contacto e ser encaminhadas para profissionais ligados à Fundação Famílias comVida, que conta com orientadores familiares “preparados para dialogar com as famílias, perceber as dificuldades e questões que se colocam neste tempo e, em conjunto com a família, encontrar soluções, que sejam logo supridas ou encaminhadas”, como refere Carmo Diniz, coordenadora do SPPD à agência Ecclesia.

A iniciativa nasceu da colaboração com o organismo de Pastoral da Família, do patriarcado, e a Cáritas diocesana.

“O tempo de confinamento a que estamos todos sujeitos neste momento não é uma surpresa para as pessoas com deficiência, que experimentam há muito tanto o isolamento social como a inacessibilidade de alguns locais”, comenta Carmo Diniz.

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Share This