Pax Christi organiza concurso para jovens artistas sobre fim das armas nucleares

| 12 Mai 2021

concurso pax christi

Os melhores vídeos ou obras de arte digitais a concurso serão apresentados numa exposição online que a Pax Christi International organizará em agosto. Foto © Pax Christi International.

 

A Pax Christi International lançou uma campanha dirigida a jovens artistas, convidando-os a contribuir de forma criativa para o “esforço de finalmente nos livrarmos das armas nucleares”. A convocatória, aberta até 15 de julho, propõe aos interessados que criem um vídeo ou uma obra de arte digital com o objetivo de convencer os estados que não aderiram ao tratado de proibição das armas nucleares a fazê-lo o mais rápido possível.

O tratado sobre a proibição deste tipo de armamento entrou em vigor a 22 de janeiro último, depois de ter sido ultrapassado o limiar de 50 países a aderir ao projeto de um mundo sem armas nucleares (esse número é atualmente de 54 países, entre os quais nenhum dos detentores desse tipo de armas). No movimento que levou as Nações Unidas a aprovar a medida estiveram muitas dezenas de organizações da sociedade civil, entre as quais a Pax Christi.

Os interessados podem participar na campanha de duas maneiras diferentes: produzindo um vídeo, gráfico animado ou gráfico em movimento; ou criando uma obra de arte digital imóvel (gráfico ou fotografia, por exemplo). Um júri internacional analisará todas as inscrições e escolherá um vencedor em cada uma das duas opções.

O vencedor do primeiro grupo receberá 250 euros, enquanto que o vencedor do segundo grupo receberá 150 euros. As contribuições que ganharem, assim como as 10 melhores submissões, serão apresentadas numa exposição online que a Pax Christi International organizará em agosto.

Para obter mais informações, consultar o edital do concurso e, em caso de necessidade, contactar Chiara Maistri, assistente de comunicações da Pax Christi International, através do e-mail artistforpeace@paxchristi.net.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

“A grande substituição”

[Os dias da semana]

“A grande substituição” novidade

Outras teorias da conspiração não têm um balanço igualmente inócuo para apresentar. Uma delas defende que estamos perante uma “grande substituição”; não ornitológica, mas humana. No Ocidente, sustentam, a raça branca, cristã, está a ser substituída por asiáticos, hispânicos, negros ou muçulmanos e judeus. A ideia é velha.

Humanizar não é isolar

Humanizar não é isolar novidade

É incontestável que as circunstâncias de vida das pessoas são as mais diversas e, em algumas situações, assumem contornos improváveis e, muitas vezes, indesejáveis. À medida que se instalam limitações resultantes ou não de envelhecimento, alguns têm de habitar residências sénior, lares de idosos, casas de repouso,…

Agenda

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This