Pedidos de ajuda ao Banco Alimentar batem recordes

| 15 Abr 20

O Banco Alimentar Contra a Fome (BACF) está a receber uma média de mil pedidos de ajuda por dia, um número nunca antes visto pela presidente da instituição, Isabel Jonet. A responsável admitiu esta terça-feira, 14 de abril, que em alguns pontos do país está já a ser difícil dar resposta a todas as solicitações.

Devido à pandemia de covid-19, o Banco Alimentar cancelou a habitual recolha de alimentos de maio nos supermercados, a qual permitia à instituição arrecadar produtos alimentares não perecíveis para os seis meses seguintes.

Para não entrar em rutura de armazenagem de alimentos, o Banco Alimentar está a apostar em soluções alternativas. “Abrimos o canal das doações online e fizemos um apelo a muitas empresas e a muitas pessoas para que não deixem de contribuir”, explicou Isabel Jonet, em declarações à TSF.

Lisboa, Setúbal e Porto são as regiões onde os pedidos de ajuda mais aumentaram desde o início da pandemia. O Banco Alimentar contra a Fome estima estar atualmente a ajudar acerca de 400 mil pessoas no país.

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Share This