Atribuído pela Human Rights Foundation

Poeta e ativista uigur Tahir Hamut Izgil vence Prémio Internacional Václav Havel

| 29 Mai 2024

Tahir Hamut Izgil

Tahir Hamut Izgil na edição de 2023 do National Book Festival, promovido pela Library of Congress, em Washington, E.U.A. Foto © Frypie, via Wikimedia Commons

O poeta e ativista uigur Tahir Hamut Izgil, autor de À Espera de Ser Preso Durante a Noite, foi galardoado com o Prémio Internacional Václav Havel de Dissidência Criativa, atribuído anualmente pela Human Rights Foundation (HRF), uma organização não-governamental de defesa e promoção dos direitos humanos com sede nos Estados Unidos da América.

“Todos os anos, o Prémio Havel celebra indivíduos que, com coragem e criatividade, desmascaram a tirania e personificam o conceito de ‘Viver a Verdade’, tão relevante hoje como quando foi articulado por Václav Havel há quase 45 anos. O seu trabalho é um testemunho extraordinário de bravura e criatividade”, afirmou Thor Halvorssen, fundador da HRF, em comunicado, citado numa nota de imprensa da editora portuguesa Temas e Debates enviada ao 7MARGENS.

Tahir Hamut Izgil nasceu em 1969 numa pequena cidade perto de Kashgar, no sudoeste da Região Autónoma Uigur de Xinjiang, na China. Frequentou a universidade em Pequim e trabalhou, a partir do final dos anos 90, como realizador na região uigur, onde fundou uma empresa de produção e obteve reconhecimento pelos seus projetos cinematográficos. Atualmente exilado nos Estados Unidos, os seus textos foram publicados em meios como The Atlantic e The New York Review of Books.

Capa do livro À espera de ser preso durante a noite, de Tahir Hamut Izgil

O livro, lançado em abril do ano passado em Portugal, conta a história, vivida na primeira pessoa, da repressão e violência do governo chinês contra o povo uigur.

Em 2023, publicou À Espera de Ser Preso Durante a Noite, lançado em abril desse ano em Portugal. O livro, que conta a história, vivida na primeira pessoa, da repressão e violência do governo chinês contra o povo uigur (uma minoria étnica do noroeste da China), foi considerado um dos melhores livros do ano pelo The New York Times e The Washington Post. Venceu nesse ano o John Leonard Prize, atribuído anualmente pelo National Book Critics Circle (NBCC) à melhor estreia literária em qualquer género.

O contributo de Tahir Hamut Izgil e dos restantes laureados, que incluem o artista iraniano de hip-hop Toomaj Salehi e a pianista e compositora venezuelana Gabriela Montero, será reconhecido durante uma cerimónia que decorrerá no próximo dia 4 de junho, no Fórum da Liberdade de Oslo (OFF), a realizar no Oslo Konserthus.

O Prémio Internacional Václav Havel de Dissidência Criativa foi criado em 2012 pela HRF. Desde então, reconheceu o trabalho de 26 artistas inovadores. O prémio recebeu o nome do poeta, dramaturgo e antigo Presidente checo Václav Havel, que pertenceu ao conselho de direção da HRF, e foi fundado com o apoio da viúva do artista, Dagmar Havlová. Havel liderou a revolução não violenta que libertou a antiga Checoslováquia do domínio comunista, desafiando de forma criativa o poder arbitrário e a injustiça no seu país, refere a biografia disponível no site da HRF. O prémio tem o valor pecuniário de 50 mil dólares. Os vencedores recebem ainda uma estatueta em bronze representando a “Deusa da Democracia”, a escultura criada pelos estudantes chineses durante os protestos na Praça de Tiananmen no verão de 1989.

Uma tarde para aprender a “estar neste mundo como num grande templo”

Na Casa de Oração Santa Rafaela Maria

Uma tarde para aprender a “estar neste mundo como num grande templo” novidade

Estamos neste mundo, não há dúvida. Mas como nos relacionamos com ele? E qual o nosso papel nele? “Estou neste mundo como num grande templo”, disse Santa Rafaela Maria, fundadora das Escravas do Sagrado Coração de Jesus, em 1905. A frase continua a inspirar as religiosas da congregação e, neste ano em que assinalam o centenário da sua morte, “a mensagem não podia ser mais atual”, garante a irmã Irene Guia ao 7MARGENS. Por isso, foi escolhida para servir de mote a uma tarde de reflexão para a qual todos estão convidados. Será este sábado, às 15 horas, na Casa de Oração Santa Rafaela Maria, em Palmela, e as inscrições ainda estão abertas.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Patriarca de Lisboa convida “todos” para “momento raro” na Igreja

A um mês da ordenação de dois bispos

Patriarca de Lisboa convida “todos” para “momento raro” na Igreja novidade

O patriarca de Lisboa, Rui Valério, escreveu uma carta a convocar “todos – sacerdotes, diáconos, religiosos, religiosas e fiéis leigos” da diocese para estarem presentes naquele que será o “momento raro da ordenação episcopal de dois presbíteros”. A ordenação dos novos bispos auxiliares de Lisboa, Nuno Isidro e Alexandre Palma, está marcada para o próximo dia 21 de julho, às 16 horas, na Igreja de Santa Maria de Belém (Mosteiro dos Jerónimos).

O exemplo de Maria João Sande Lemos

O exemplo de Maria João Sande Lemos novidade

Se há exemplo de ativismo religioso e cívico enquanto impulso permanente em prol da solidariedade, da dignidade humana e das boas causas é o de Maria João Sande Lemos (1938-2024), que há pouco nos deixou. Conheci-a, por razões familiares, antes de nos encontrarmos no então PPD, sempre com o mesmo espírito de entrega total. [Texto de Guilherme d’Oliveira Martins]

“Sempre pensei envelhecer como queria viver”

Modos de envelhecer (19)

“Sempre pensei envelhecer como queria viver” novidade

O 7MARGENS iniciou a publicação de depoimentos de idosos recolhidos por José Pires, psicólogo e sócio fundador da Cooperativa de Solidariedade Social “Os Amigos de Sempre”. Publicamos hoje o décimo nono depoimento do total de vinte e cinco. Informamos que tanto o nome das pessoas como as fotografias que os ilustram são da inteira responsabilidade do 7MARGENS.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This