Política, espiritualidade e sufismo em Michel Foucault

| 17 Nov 2021

“Michel Foucault: política, espiritualidade e sufismo” é o tema da conferência de Teresa Xavier, da Loughborough University, do Reino Unido, que decorre nesta quinta-feira, 18 de Novembro, a partir das 18h30 (hora de Lisboa), com transmissão via Zoom.

A conferência, organizada pelo Seminário Permanente de Estudos Islâmicos da Universidade Lusófona, tem como objecto de estudo o conceito de “espiritualidade política” de Michel Foucault, diz uma informação da organização enviada ao 7MARGENS. “No âmbito da obra do autor, este conceito surge, e é sobretudo discutido, a propósito de duas visitas que o autor fez ao Irão, em 1978, durante a Revolução Iraniana, a pedido do jornal italiano Corriere della Sera.” Para melhor entender a espiritualidade política foucaultiana, a conferencista pretende estudar “o conceito com a ajuda do caso iraniano e das suas profundas e ancestrais raízes no sufismo”, bem como definir “os conceitos foucaultianos de espiritualidade e de política com a ajuda de três outras noções: êxtase, uso e cuidado”.

Teresa Xavier Fernandes é licenciada em Filosofia pela Universidade Católica Portuguesa e doutorou-se na Universidade de Loughborough em Teoria Política. Mantém também colaboração enquanto jornalista com a Radio France Internationale desde 2008.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa novidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Ministro russo repudia declarações do Papa

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa novidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Desarmar-se

Desarmar-se novidade

Sinto-me um pouco embaraçada. Perguntam-me: como correu o encontro com os meus amigos no Porto e, afinal de contas: o que é isto de “Juntos pela Europa”? O que é que 166 pessoas de 19 países diferentes, de 45 movimentos e comunidades de oito igrejas, podem fazer em conjunto, quando “os semelhantes atraem os semelhantes” e a diversidade é raramente – ou talvez nunca – uma força de coesão? E sem falar das diferentes visões geopolíticas, culturais, históricas, confessionais e, além disso: o que farão agora os russos e os ucranianos, que também estiveram presentes?

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This