Polónia: Nobel da Literatura recusa receber homenagem juntamente com bispo anti-LGBT

| 29 Set 20

Olga Tokarczuk, Foto_ Martin Kraft _ Wikimedia Commons

Olga Tokarczuk venceu o Prémio Nobel da Literatura em 2018 e é assumidamente ateia. Foto: Martin Kraft / Wikimedia Commons.

 

A escritora polaca vencedora do Nobel da Literatura, Olga Tokarczuk, recusou-se a receber a cidadania honorária da Baixa Silésia, região da Polónia onde reside, porque a mesma honra seria atribuída em simultâneo a um bispo católico que tem feito comentários hostis em relação à comunidade LGBT.

A autora de Conduz o Teu Arado sobre os Ossos dos Mortos publicou um post na sua conta de Twitter na passada sexta-feira, 25 de setembro, explicando que, apesar de ter ficado satisfeita com a homenagem, “infelizmente” não poderá aceitar a cidadania honorária, pois recebê-la ao mesmo tempo que o bispo Ignacy Dec destacaria a “dolorosa fenda” que existe na Polónia em relação aos direitos de lésbicas, gays, bissexuais e transgénero.

Ignacy Dec, bispo da diocese de Świdnica, referiu-se por diversas vezes, publicamente, ao movimento pelos direitos LGBT como uma ameaça à Igreja Católica e à Polónia, país predominantemente católico.

Também o presidente do país, Andrzej Duda, descreveu o movimento LGBT como “pior do que o comunismo”, durante a sua campanha de reeleição no início deste ano, recorda o jornal Crux.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

“A longa viagem começa por um passo”, recriemos…

“A longa viagem começa por um passo”, recriemos… novidade

Inicio o meu quarto ano de uma escrita a que não estava habituada, a crónica jornalística. Nos primeiros três anos escrevi sobre a interculturalidade. Falei sobre o modo como podemos, por hipótese, colocar as culturas moçambicanas e portuguesa a dialogarem. Noutras vezes, inclui a cultura judaica, no diálogo com essas culturas. De um modo geral, tenho-me questionado sobre a cultura, nas suas diferentes manifestações: literatura, costumes, comportamentos sociais, práticas culturais, modos de ser, de estar e de fazer.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This