Sessão do 7MARGENS e “Público”

Presidente assinala 30 anos de crónicas de frei Bento

| 1 Mai 2022

frei bento domingues foto Agencia EcclesiaHM

Frei Bento Domingues encerrará a sessão com uma intervenção. Foto © Agência Ecclesia/HM.

 

Uma mensagem em vídeo do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, assinala na próxima terça-feira, 3 de Maio, às 18h, os 30 anos de crónicas regulares e ininterruptas de frei Bento Domingues no Público, numa sessão organizada em conjunto pelo diário nacional e pelo 7MARGENS. Uma experiência que o próprio já definiu como de “teologia em fragmentos”.

Na sessão, intervêm ainda o ex-deputado socialista Pedro Bacelar de Vasconcelos (que apresentará “Um olhar republicano sobre uma coluna que fala de Deus”) e a enfermeira Carmen Garcia, cronista do Público também aos domingos, com uma intervenção com o título: “Aprendi a ler ao tempo destes escritos”.

A iniciativa decorre no auditório do Público, em Alcântara (Lisboa) mas, tendo em conta a lotação do espaço, o acesso presencial está condicionado a vários convidados e assinantes do jornal. As restantes pessoas poderão acompanhar a sessão através da transmissão directa que o Público fará neste endereço.

Manuel Carvalho, director do Público, e Jorge Wemans, que era director-adjunto do jornal quando frei Bento começou a escrever, recordarão as razões do convite para que o frade dominicano escrevesse no jornal.

Das crónicas, resultaram já, recorde-se, cinco obras publicadas nos últimos anos: O Mundo que Falta Fazer, que incide sobre questões sociais e políticas; A Insurreição de Jesus (sobre Cristo e o cristianismo); O Bom Humor de Deus e Outras Histórias (sobre Deus e a religião); e Francisco, o Papa que põe a Igreja a Mexer, sobre o(s) papa(s) e o catolicismo. A Religião dos Portugueses, publicado em 2018, actualiza a obra com o mesmo título publicada 30 anos antes e acrescenta também várias crónicas sobre Fátima e o catolicismo português.

Estes cinco volumes foram todos organizados e apresentados por António Marujo, jornalista do 7MARGENS e que esteve no Público até 2013, e Maria Julieta Mendes Dias, religiosa do Sagrado Coração de Maria, e publicados pela Temas e Debates. Precisamente Guilhermina Gomes, responsável desta chancela, e António Marujo, falarão, antes da mensagem do Presidente, sobre a edição das crónicas em livro. O próprio frei Bento Domingues fará uma intervenção a encerrar a sessão.

Pelos textos de frei Bento passam todos os grandes temas do catolicismo contemporâneo: a experiência de Deus como relação pessoal e de acolhimento aos mais excluídos; a fé como possibilidade da interrogação e da busca de Deus; a espiritualidade como preparação “para uma vida diferente”; a esperança e a justiça como dimensões que concretizam o Evangelho; a vida de Jesus como presença de Deus na história e como insurreição em relação aos poderes e aos códigos de comportamento; os apelos de renovação a que a Igreja deve responder, incluindo na maior abertura aos leigos e às mulheres nas estruturas de participação e decisão; a arte e a beleza (mesmo na liturgia) como reflexos da busca humana de Deus; o compromisso dos cristãos em favor da paz, da não-violência e da justiça social…

Estas crónicas – marcadas pela fina ironia do autor, a sua capacidade de prospectivar sinais de futuro na experiência da fé, bem como por uma análise da presença do religioso no mundo contemporâneo – tinham sido já objecto da publicação de quatro volumes, editados pela Figueirinhas, correspondendo às crónicas escritas entre 1992 e 1996, agrupadas cronologicamente (A Humanidade de Deus, A Igreja e a Liberdade e As Religiões e a Cultura da Paz – I e II, os dois últimos com prefácios do então Presidente Jorge Sampaio e da escritora Lídia Jorge).

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Reunião do Conselho dos Cardeais com o Papa voltou a contar com três mulheres

Uma religiosa e duas leigas

Reunião do Conselho dos Cardeais com o Papa voltou a contar com três mulheres novidade

Pela quarta vez consecutiva, o papel das mulheres na Igreja voltou a estar no centro dos trabalhos do Papa e do seu Conselho de Cardeais – conhecido como C9 -, que se reuniu no Vaticano nos últimos dois dias, 17 e 18 de junho. Tratou-se de uma reflexão não apenas sobre as mulheres, mas com as mulheres, dado que – tal como nas reuniões anteriores – estiveram presentes três elementos femininos naquele que habitualmente era um encontro reservado aos prelados.

Liga Operária Católica apela aos trabalhadores que se sindicalizem

Reunida em Seminário Internacional

Liga Operária Católica apela aos trabalhadores que se sindicalizem novidade

“Precisamos que os sindicatos sejam mais fortes e tenham mais força nas negociações e apelamos a todos os os trabalhadores a unirem-se em volta das suas associações”. A afirmação é dos representantes da Liga Operária Católica/Movimento de Trabalhadores Cristãos (LOC/MTC), que estiveram reunidos no passado fim de semana no Museu da Central do Caldeirão, em Santarém, para o seu Seminário Internacional.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This