JMJ

Presidente ficou satisfeito com explicações sobre os 4,2 mihões de euros que custa o altar para a missa do Papa

| 24 Jan 2023

jmj visita obras marcelo Foto reproduzida da página no Twitter do GMAAP

O Presidente da República, com responsáveis políticos e da JMJ, em visita ao Parque Tejo, em Agosto. Foto reproduzida da página no Twitter do GMAAP

 

Num primeiro momento, o Presidente da República admitiu que queria mais explicações sobre 4,2 milhões de euros que custará a estrutura onde será colocado o altar para a missa final que o Papa presidirá na Jornada Mundial da Juventude, em 6 de Agosto, em Lisboa. Na noite desta terça-feira, 24 de Janeiro, e depois das explicações dadas pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa (CML), Marcelo Rebelo de Sousa aceitou o argumento de que a estrutura se destinava a ser duradoura.

O jornal digital Observador noticiara que a SRU – Sociedade de Reabilitação Urbana (empresa municipal de Lisboa responsável pelas obras no Parque Tejo para acolher a JMJ 2023) adjudicara à Mota-Engil a construção da estrutura do altar, com cinco mil metros quadrados, por um total de 4.240.000 euros, a que acresce ainda o IVA.

“O que nós queremos é que esse palco, essa infraestrutura, fique para o futuro e [que] muitas dessas infraestruturas fiquem para o futuro”, afirmou o presidente da CML, Carlos Moedas, justificando o valor a pagar. “A minha preocupação – eu sabia que ia ser muito caro, que era um investimento muito grande para a cidade – é fazê-lo da melhor maneira.”

“Mas não tínhamos muito tempo: isto vai acontecer em Agosto; nós tínhamos que arrancar rapidamente a obra e tínhamos que a fazer”, acrescentou o presidente da CML, em declarações aos jornalistas. “Nós não podemos, como cidade, como país, não acolher o Papa, respeitando aquilo que é a regra de um evento que nunca se fez em Portugal.”

Isso mesmo foi reafirmado pela CML num esclarecimento enviado ao Observador ao final da tarde: “O Palco do Parque Tejo, onde estará instalado o altar, vai ter capacidade para acolher num mesmo momento até 2.500 pessoas que farão parte dos eventos que vão acontecer a 5 e 6 de Agosto no Parque Tejo.” De acordo com a mesma nota, entre a “orquestra, coros, e concelebrantes, este palco multiusos vai ser elevado a nove metros do chão, com uma cobertura metálica que permite que o altar seja visto o mais longe possível, já que são esperados cerca de um milhão e meio de participantes nos quase 100 hectares de terreno do Parque entre Lisboa e Loures”. Além do encontro com o Papa, naqueles dois dias, vários concertos e representações acontecerão no palco.

Na manhã desta quarta-feira, o vice-presidente da CML, Filipe Anacoreta Correia, estará no Parque Tejo para fazer uma conferência de imprensa de apresentação do plano e investimento da câmara para a Jornada Mundial da Juventude.

Há neste momento mais de 400 mil inscritos para a Jornada.

 

KAICIID reúne líderes religiosos e comunitários para promover paz em Cabo Delgado

Encontro em Pemba

KAICIID reúne líderes religiosos e comunitários para promover paz em Cabo Delgado novidade

O Centro Internacional de Diálogo – KAICIID, com sede em Lisboa, dinamizou no final da semana passada um encontro de “sensibilização inter-religiosa” em Pemba (capital da província de Cabo Delgado, Moçambique), no qual reuniu membros das comunidades locais, líderes religiosos e organizações da sociedade civil. Deste encontro saíram compromissos a curto e longo prazo de promoção do “diálogo entre líderes religiosos e decisores políticos como ferramenta de prevenção de conflitos” naquela região.

O “caso” frei Bernardo de Vasconcelos: 100 anos da sua vocação monacal e uma carta

O “caso” frei Bernardo de Vasconcelos: 100 anos da sua vocação monacal e uma carta novidade

Vem isto a propósito de uma efeméride que concerne o jovem Frei Bernardo de Vasconcelos (1902-1932), monge poeta a quem os colegas de Coimbra amavam chamar “o Bernardo do Marvão”, nome pelo qual era conhecido nas vestes de bardo, natural de São Romão do Corgo, em Celorico de Basto, Arquidiocese de Braga, que a Igreja declarou Venerável e que, se Deus quiser (e quando quiser), será beatificado e canonizado. (Pe Mário Rui de Oliveira)

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

“Em cada oportunidade, estás tu”

Ajuda em Ação lança campanha para promover projetos de educação e emprego

“Em cada oportunidade, estás tu” é o mote da nova campanha de Natal da fundação Ajuda em Ação, que apela a que todos os portugueses ofereçam “de presente” uma oportunidade a quem, devido ao seu contexto de vulnerabilidade social, nunca a alcançou. Os donativos recebidos revertem para apoiar os programas de educação, empregabilidade jovem e empreendedorismo feminino da organização.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This