Primeira reunião da nova Conferência Eclesial da Amazónia afirma opção pelos indígenas

| 30 Out 20

Manifestacao em defesa da Amazónia. Foto © Forum Social Pan-amazónico

 

Uma Igreja Católica alinhada com os povos indígenas da Amazónia e com o cuidado da casa comum é uma das notas principais que sai da primeira assembleia da recém-criada Conferência Eclesial da Amazónia (Ceama), que decorreu de forma virtual e que contou com a participação de líderes indígenas e responsáveis de comunidades católicas, além de bispos dos nove países da região.

“A Conferência é uma experiência muito interessante, porque colocou a Igreja ao lado dos mais necessitados. A Igreja optou pelos mais pobres da Amazónia, pelos povos indígenas, pelos cuidados da casa comum”, afirmou Patricia Gualinga, líder do povo kichwa, de Sarayaku, na Amazónia equatoriana, citada no Religión Digital.

É esta a perspectiva que te sido trabalhada nestes meses que levaram à criação da Conferência Eclesial da Amazônia, diz o comunicado final da assembleia. A Igreja Católica, com os missionários que estão na região, decidiu estar do lado dos indígenas e já não “dos poderosos” ou “das grandes potências”, mas antes “cuidando da criação, cuidando deste ecossistema único, cuidando do respeito pelos direitos”.

O processo deve, agora, continuar, diz comunicado final, “articulado com o CELAM [Conselho Episcopal Latino-Americano, que reúne todos os bispos católicos da América Latina] e as diferentes redes eclesiais amazónicas”, em aliança “com os povos amazónicos e em defesa da Casa Comum”.

 

125 padres e católicos alemães assumem publicamente condição LGBTQI

Manifesto inédito em todo o mundo

125 padres e católicos alemães assumem publicamente condição LGBTQI novidade

Um total de 125 pessoas, incluindo vários padres, trabalhadores a tempo inteiro ou voluntários na Igreja Católica nos países de língua alemã, anunciam hoje a sua condição LGBTQI+. A iniciativa tem o título #OutInChurch. Por uma Igreja sem medo e acompanha, também, a emissão de um documentário televisivo. É a primeira vez na história, em todo o mundo, que um grupo de crentes se assume deste modo, colectivamente, na praça pública.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

A roseira que defende a vinha: ainda a eutanásia

A roseira que defende a vinha: ainda a eutanásia novidade

Há tempos, numa visita a uma adega nacional conhecida, em turismo, ouvi uma curiosa explicação da nossa guia que me relembrou imediatamente da vida de fé e das questões dos tempos modernos. Dizia-nos a guia que é hábito encontrar roseiras ao redor das vinhas como salvaguarda: quando os vitivinicultores encontravam algum tipo de doença nas roseiras, algum fungo, sabiam que era hora de proteger a vinha, de a tratar, porque a doença estava próxima.

Um caderno para imprimir e usar

Sínodo 2021-23

Um caderno para imprimir e usar

Depois de ter promovido a realização de dois inquéritos sobre o sínodo católico 2021-23, o 7MARGENS decidiu reunir o conjunto de textos publicados a esse propósito num caderno que permita uma visão abrangente e uma utilização autónoma do conjunto. A partir de agora, esse caderno está disponível em ligação própria.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This