Primeira reunião da nova Conferência Eclesial da Amazónia afirma opção pelos indígenas

| 30 Out 2020

Manifestacao em defesa da Amazónia. Foto © Forum Social Pan-amazónico

 

Uma Igreja Católica alinhada com os povos indígenas da Amazónia e com o cuidado da casa comum é uma das notas principais que sai da primeira assembleia da recém-criada Conferência Eclesial da Amazónia (Ceama), que decorreu de forma virtual e que contou com a participação de líderes indígenas e responsáveis de comunidades católicas, além de bispos dos nove países da região.

“A Conferência é uma experiência muito interessante, porque colocou a Igreja ao lado dos mais necessitados. A Igreja optou pelos mais pobres da Amazónia, pelos povos indígenas, pelos cuidados da casa comum”, afirmou Patricia Gualinga, líder do povo kichwa, de Sarayaku, na Amazónia equatoriana, citada no Religión Digital.

É esta a perspectiva que te sido trabalhada nestes meses que levaram à criação da Conferência Eclesial da Amazônia, diz o comunicado final da assembleia. A Igreja Católica, com os missionários que estão na região, decidiu estar do lado dos indígenas e já não “dos poderosos” ou “das grandes potências”, mas antes “cuidando da criação, cuidando deste ecossistema único, cuidando do respeito pelos direitos”.

O processo deve, agora, continuar, diz comunicado final, “articulado com o CELAM [Conselho Episcopal Latino-Americano, que reúne todos os bispos católicos da América Latina] e as diferentes redes eclesiais amazónicas”, em aliança “com os povos amazónicos e em defesa da Casa Comum”.

 

Sida: 60% das crianças entre os 5 e os 14 anos sem acesso a tratamentos

Relatório da ONU alerta

Sida: 60% das crianças entre os 5 e os 14 anos sem acesso a tratamentos novidade

O mais recente relatório da ONUSIDA, divulgado esta terça-feira, 29 de novembro,  é perentório: “o mundo continua a falhar à infância” na resposta contra a doença. No final de 2021, 800 mil crianças com VIH não recebiam qualquer tratamento. Entre os cinco e os 14 anos, apenas 40% tiveram acesso a medicamentos para a supressão viral. A boa notícia é que as mortes por sida caíram 5,79% face a 2020, mas a taxa de mortalidade observada entre as crianças é particularmente alarmante.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Bahrein

Descoberto mosteiro cristão sob as ruínas de uma mesquita

Há quem diga que este é o “primeiro fruto milagroso” da viagem apostólica que o Papa Francisco fez ao Bahrein, no início de novembro. Na verdade, resulta de três anos de trabalho de uma equipa de arqueólogos locais e britânicos, que acaba de descobrir, sob as ruínas de uma antiga mesquita, partes de um ainda mais antigo mosteiro cristão.

Gracia Nasi, judia e “marrana”

Documentário na RTP2

Gracia Nasi, judia e “marrana” novidade

Nascida em Portugal em 1510, com o nome cristão de Beatriz de Luna, Gracia Nasi pertencia a uma uma família de cristãos-novos expulsa de Castela. Viúva aos 25 anos, herdeira de um império cobiçado, Gracia revelar-se-ia exímia gestora de negócios. A sua personalidade e o destino de outros 100 mil judeus sefarditas, expulsos de Portugal, são o foco do documentário Sefarad: Gracia Nasi (RTP2, 30/11, 23h20).

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This