Iniciativa Renascença e Santa Casa

Problemas dos jovens motivam concurso para jovens jornalistas

| 11 Mai 2022

jornalismo entrevista radio foto ana stills

Esta iniciativa permitirá fazer “o levantamento, o estado da nação, daquilo que possam ser os principais problemas e dificuldades” dos jovens”, afirmou o bispo Américo Aguiar. Foto © Ana Stills.

 

 

Os jornalistas até aos 35 anos passam a dispor de um prémio para trabalhos profissionais que versem a temática dos “problemas, desafios e oportunidades que os jovens enfrentam nos dias de hoje”. A iniciativa, anunciada há dias, cabe à Renascença e à Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) e contempla quatro categorias de prémios, com um valor total anual de 8.500 euros.

Por categorias, estão previstos o Prémio Rádio e o Prémio Multimédia, no valor de 2.500 euros cada, e o Grande Prémio Jornalismo Jovem Renascença / SCML com o valor de 1.000 euros, que acresce aos 2.500 euros do Prémio Rádio ou Multimédia. Está ainda incluída uma quarta categoria, denominada Grande Prémio Renascença, dedicada apenas a jornalistas desta empresa, no valor de 2.500 euros.

O júri será composto por um representante da Renascença, outro da SCML e por prestigiados professores dos principais cursos superiores de jornalismo portugueses.

Américo Aguiar, que, além de bispo auxiliar de Lisboa, é, nomeadamente, presidente do Conselho de Administração da Renascença e organizador das Jornadas Mundiais da Juventude, disse, sobre esta iniciativa, que ela permitirá fazer “o levantamento, o estado da nação, daquilo que possam ser os principais problemas e dificuldades” dos jovens. Na mesma direção se orienta a realização de uma “grande conferência” dedicada á juventude, que surgirá também no âmbito da parceria entre a Renascença e a Santa Casa .

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Índia

Carnataca é o décimo Estado a aprovar lei anticonversão

O Estado de Carnataca, no sudoeste da Índia, tornou-se, no passado dia 15 de setembro, o décimo estado daquele país a adotar leis anticonversão no âmbito das quais cristãos e muçulmanos e outras minorias têm sido alvo de duras perseguições, noticiou nesta sexta-feira, 23, o Vatican News, portal de notícias do Vaticano.

Neste sábado, em Lisboa

“Famílias naturais” em convívio contra a ideologia de género

Prometem uma “tarde de convívio e proximidade”, um concerto, diversão e “múltiplas actividades para crianças e adultos: o “Encontro da Família no Parque” decorre esta tarde de sábado, 24 de Setembro, no Parque Eduardo VII (Lisboa), a partir das 15h45, e “pretende demonstrar um apoio incondicional à família natural e pela defesa das crianças”.

Fraternidade sem fronteiras

Fraternidade sem fronteiras novidade

A fraternidade é imprescindível na vida e na missão. No Congresso sobre o tema, a realizar nos dias 14 e 15 de Outubro, em Lisboa, queremos reflectir sobre a construção da fraternidade na sociedade, na política, na economia, na missão, no diálogo entre as religiões e na reconstrução da esperança.

Irmã Elis Santos: “São mais de 500 anos a sobreviver, e nós queremos existir”

Indígena do povo Mura em entrevista

Irmã Elis Santos: “São mais de 500 anos a sobreviver, e nós queremos existir” novidade

Aos 35 anos, Elis Santos, religiosa da Divina Providência, é uma das vozes mais ativas no Brasil na luta pelos direitos dos povos indígenas. Descendente do povo Mura e mestre em Antropologia Social, a irmã Elis falou ao 7MARGENS durante o encontro d’A Economia de Francisco, que decorreu na semana passada em Assis, e lamentou que no seu país continue a prevalecer “uma economia que mata”. 

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This