Com o apoio da Igreja Ortodoxa Russa

Putin envia cópia de ícones para a frente de guerra

| 7 Jun 2023

Mosteiro Andronikov, em Moscovo. Foto © Vvoevale

Pormenor da fachada do Mosteiro Andronikov, em Moscovo, cujos edifícios albergam o Museu Rublev, sob controlo do Patriarca Cirilo.  Foto © Vvoevale.

 

O Presidente Putin decidiu investir perto de um milhão de euros para reproduzir os ícones russos mais sagrados existentes no Museu Rublev e enviar as cópias para as cidades ucranianas do Donetz e da região de Mariupol com o objetivo de reforçar o cunho religioso que a Igreja Ortodoxa Russa vem desde o início conferindo à guerra de invasão da Ucrânia.

Para o jornalista Vladimir Rozanskij, que assina um artigo na Asia News de dia 6 de junho, o Patriarca Cirilo “venceu a sua guerra com o passado, recuperando para a Igreja o seu papel histórico enquanto líder espiritual do Estado e das suas campanhas, ou ‘operações especiais’, contra todos os inimigos internos e externos”. Nesta fusão de interesses entre o Estado e a Igreja Ortodoxa Russa, Putin oferece a Cirilo um cada vez maior protagonismo em troca do apoio incondicional à invasão da Ucrânia e da “justificação religiosa” para a guerra.

Nesta convergência entre Estado e Igreja Ortodoxa, Cirilo já recebeu do Estado [ver 7MARGENS] o maior símbolo da unidade dos povos russos – o ícone “A Trindade” da autoria do monge Andrei Rublev – exposto desde domingo, dia 4 de junho, na Catedral de Cristo Salvador, em Moscovo. Além disso, escreve Rozanshij, o próprio “Museu Rublev está sob controlo [do Patriarca Cirilo], o que significa que todas as coleções de ícones do país estão agora à disposição do Patriarcado, bem como do Ministério da Defesa, a instituição mais próxima da Igreja Ortodoxa entre todos os órgãos estatais”.

O Museu Rublev está localizado no centro de Moscovo, nos edifícios do Mosteiro Andronikov, onde “o monge Andrei passou os seus anos de formação [no final do século XIV] sob a orientação de São Sérgio de Radonezh, antes de este se ter mudado para o mosteiro fora de Moscovo dedicado à Santíssima Trindade”. Neste Mosteiro da Trindade e São Sérgio, em Sergiyev Posad, a 70 km da capital, “está enterrado o santo que inspirou o renascimento da Rússia e em homenagem ao qual o seu discípulo compôs o famoso ícone ‘Os Três Peregrinos Visitando Abraão’. Foi Estaline quem mandou abrir o museu em 1947, tendo este permanecido desde então até hoje nas mãos do Estado, apesar dos prementes pedidos do Patriarca Cirilo para que regressasse à posse da Igreja”.

 

Desfazendo três equívocos sobre Deus

Desfazendo três equívocos sobre Deus novidade

Existem três dificuldades ou equívocos religiosos sobre o carácter de Deus, e que revelam algum desconhecimento sobre Ele. Por isso convém reflectir no assunto. Esses três equívocos sobre os quais nos vamos debruçar de seguida são muito comuns, infelizmente. [Texto de José Brissos-Lino]

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

sobre as águas

sobre as águas novidade

Breve comentário do p. António Pedro Monteiro aos textos bíblicos lidos em comunidade, no Domingo XII do Tempo Comum B. ⁠Hospital de Santa Marta⁠, Lisboa, 22 de Junho de 2024.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This