Sondagem Gallup

Quatro em cada cinco americanos acreditam em Deus

| 17 Jun 2022

fé oração religião foto pixabay

A crença em Deus é menor nos homens, mas a quebra entre 2017 e 2022 foi mais importante entre as mulheres: menos sete pontos percentuais. Foto © Pixabay.

 

 

A grande maioria (81%) dos adultos dos EUA acredita em Deus, mas em 2017 eram 87 por cento os que responderam “sim” a esta pergunta, conclui um estudo divulgado no dia 17 de junho pela empresa de sondagens Gallup. Entre 1944 e 2011, mais de 90 por cento dos americanos acreditavam em Deus.

A crença em Deus é menor nos homens (mas a quebra entre 2017 e 2022 foi mais importante entre as mulheres: menos sete pontos percentuais); nos brancos (79%) do que entre as pessoas de cor (88%); entre os que têm menos de 30 anos (68%) do que nos maiores de 50 (88%); entre os não casados (77%) do que nos casados (88%).

Contudo, as maiores clivagens no que diz respeito à fé em Deus são mais claramente visíveis a partir de elementos culturais, ideológicos e de identificação partidária. Assim, 92 por cento dos apoiantes do Partido Republicano dizem-se crentes em Deus, enquanto no campo democrático este valor desce para os 72 por cento, uma diferença de 20 pontos percentuais. Do mesmo modo, entre os que se reconhecem como conservadores 94 por cento acreditam em Deus, enquanto no polo oposto apenas 62 por cento dos que se veem como “liberals” [o que na tradição portuguesa poderíamos traduzir por “de esquerda”] tem fé em Deus.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Irritações e sol na cara

Irritações e sol na cara novidade

“Todos os dias têm muito para correr mal, sim. Mas pode-se passar pela vida irritado? Apitos e palavras desagradáveis, respirações impacientes, sempre com o “não posso mais” na boca.” – A crónica de Inês Patrício, a partir de Berlim

A cor do racismo

A cor do racismo novidade

O que espero de todos é que nos tornemos cada vez mais gente de bem. O que espero dos que tolamente se afirmam como “portugueses de bem” é que se deem conta do ridículo e da pobreza de espírito que ostentam. E que não se armem em cristãos, porque o Cristianismo está nas antípodas das ideias perigosas que propõem.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This