Fraternitas promove

Queiruga fala sobre Küng em sessão vídeo

| 27 Mai 21

Hans Küng

Hans Küng morreu aos 93 anos. Foto © UNED Universidad Nacional de Educación a Distancia/Wikimedia Commons

 

A associação Fraternitas Movimento, que reúne padres católicos que deixaram de exercer o ministério e as suas famílias, promove neste sábado, 29 de Maio, um encontro digital e aberto a todos os interessados, para aprofundar o pensamento de Hans Küng, o teólogo que morreu no passado dia 6 de Abril, aos 93 anos.

Para falar sobre Küng, a Fraternitas convidou o galego Andrés Torres Queiruga, um dos principais teólogos europeus da atualidade, com grande parte dos seus livros traduzidos internacionalmente, incluindo alguns títulos em português.

Doutorado em Filosofia e em Teologia, Queiruga é diretor da Encrucillada, revista galega de pensamento cristão e foi professor de Teologia Fundamental no Instituto Teológico Compostelano e de Filosofia da Religião na Universidade de Santiago. A sua vasta obra – que inclui os temas essenciais da fé cristã e o diálogo com a cultura e a linguagem do nosso tempo.

A sessão realiza-se a partir das 17h e a participação é livre. O endereço para a participação é https://us02web.zoom.us/j/88527319630?pwd=OGVOMFBvYXdsNEVHalF6S0RnREQzZz09, com o ID 885 2731 9630 e a senha de acesso 325064.

 

Um caderno para imprimir e usar

Sínodo 2021-23

Um caderno para imprimir e usar novidade

Depois de ter promovido a realização de dois inquéritos sobre o sínodo católico 2021-23, o 7MARGENS decidiu reunir o conjunto de textos publicados a esse propósito num caderno que permita uma visão abrangente e uma utilização autónoma do conjunto. A partir de agora, esse caderno está disponível em ligação própria.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Esta é a Igreja que eu amo!

Esta é a Igreja que eu amo! novidade

Fui um dos que, convictamente e pelo amor que tenho à Igreja Católica, subscrevi a carta que 276 católicas e católicos dirigiram ao episcopado português para que, em consonância e decididamente, tomassem “a iniciativa de organizar uma investigação independente sobre os crimes de abuso sexual na Igreja”.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This