Nova edição

Quer ajudar na tradução do “Cântico dos Cânticos”?

| 7 Jun 2022

Aharon April, CC BY-SA 4.0 <https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0>, via Wikimedia Commons

Aharon April (1932-2020), Song of Songs-Last. Imagem © Aharon April, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons.

 

Acaba de ser colocado ao dispor do público a tradução provisória do livro da Bíblia Cântico dos Cânticos, podendo os interessados enviar comentários sobre esse trabalho, antes de ele se tornar definitivo.

O documento encontra-se para consulta na página da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) onde, desde 2019, estão a ser apresentados os diferentes livros da Bíblia, numa nova tradução feita por uma comissão de 34 especialistas, criada pela CEP há 10 anos. 

O projeto destina-se a dotar a Igreja portuguesa de uma tradução atualizada da Bíblia, feita a partir dos textos originais.

“O título de Cântico dos Cânticos é a tradução das duas primeiras palavras do texto hebraico desse livro: Shir hashirim. A expressão é uma forma de superlativo e significa ‘o mais belo dos cânticos’ ou ‘o cântico maior'”, explicam os tradutores.

“A tradição, explica o comunicado agora divulgado com a tradução provisória, atribui o Cântico dos Cânticos ao rei Salomão, filho e sucessor do rei David, celebrado na Bíblia como o mais sábio dos reis (cf. 1Rs 3,12) e autor de inúmeros provérbios e cânticos (cf. 1Rs 5,12). Contudo, a maior parte dos especialistas veem o Cântico dos Cânticos como um livro tardio, bem posterior a Salomão, composto no final do período persa ou no início do período helenístico, nos séculos IV ou III a.C.

Poema lírico de tema amoroso, o Cântico dos Cânticos “celebra encontros e desencontros entre dois amados, dando-lhes a palavra de forma alternada, num diálogo estruturado em forma narrativa e de encenação teatral”, sendo “o tema, o género e algumas das imagens e metáforas utilizadas são comuns na poesia lírica dos povos vizinhos de Israel e de Judá no Próximo Oriente Antigo”, observam os tradutores.

Depois de um longo período em que foi feita uma interpretação alegórica deste – o “amor entre Deus e o povo de Israel ou entre Cristo e a Igreja” – a Comissão faz notar que “entre os estudiosos atuais a tendência vai no sentido de ler o Cântico dos Cânticos nos seus próprios termos, enquanto celebração do desejo apaixonado e do amor mútuo entre um homem e uma mulher”.

“Trata-se, portanto, de poesia lírica de tema amoroso que celebra e descreve os avanços e recuos, o jogo de distância e intimidade que caracteriza a expressão do amor, na sua dimensão afetiva e sexual”, explica a Comissão.

O texto provisório (ad experimentum) pode, por conseguinte, ser melhorado e a respetiva compreensão aperfeiçoada, mediante sugestões e contributos que os leitores podem enviar para o endereço eletrónico: biblia.cep@gmail.com 

A CEP apresentou, em março de 2019, a primeira etapa da nova tradução da Bíblia em português, com a edição de Os Quatro Evangelhos e os Salmos. 

Outros livros foram, entretanto, disponibilizados na mesma página, em 2020 e 2021. Já em 2022, foram colocadas em consulta pública as traduções das cartas aos Hebreus e de Paulo aos Efésios; e, do Antigo Testamento, os dois livros de Samuel e o livro do profeta Jeremias, além, agora, do Cântico dos Cânticos.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Índia

Carnataca é o décimo Estado a aprovar lei anticonversão

O Estado de Carnataca, no sudoeste da Índia, tornou-se, no passado dia 15 de setembro, o décimo estado daquele país a adotar leis anticonversão no âmbito das quais cristãos e muçulmanos e outras minorias têm sido alvo de duras perseguições, noticiou nesta sexta-feira, 23, o Vatican News, portal de notícias do Vaticano.

Neste sábado, em Lisboa

“Famílias naturais” em convívio contra a ideologia de género

Prometem uma “tarde de convívio e proximidade”, um concerto, diversão e “múltiplas actividades para crianças e adultos: o “Encontro da Família no Parque” decorre esta tarde de sábado, 24 de Setembro, no Parque Eduardo VII (Lisboa), a partir das 15h45, e “pretende demonstrar um apoio incondicional à família natural e pela defesa das crianças”.

Gratuito e universal

Documentário sobre a Laudato Si’ é lançado a 4 de outubro

O filme A Carta (The Letter) será lançado no YouTube Originals no dia 4 de outubro, anunciou, hoje, 21 de setembro, o Movimento Laudato Si’. O documentário relata a história da encíclica Laudato Si’, recolhe depoimentos de vários ativistas do clima e defensores da sustentabilidade do planeta e tem como estrela principal o próprio Papa Francisco.

Promessa cumprida, pacto assinado, e agora… “esperamos por ti em Lisboa”, Papa Francisco

Terminou o encontro em Assis

Promessa cumprida, pacto assinado, e agora… “esperamos por ti em Lisboa”, Papa Francisco novidade

“Espero por vocês em Assis.” Assim terminava a carta que o Papa escreveu aos jovens em maio de 2019, convidando-os a participar na Economia de Francisco. Apesar de uma pandemia o ter obrigado a adiar dois anos este encontro, e ainda que as dores no joelho o tenham impedido de vir pelo seu próprio pé, Francisco cumpriu a sua promessa, como só os verdadeiros amigos sabem fazer. Este sábado, 24, logo pela manhã, chegou à cidade de Assis para se juntar aos mil participantes do encontro A Economia de Francisco. Escutou atentamente os seus testemunhos e preocupações, deu-lhes os conselhos que só um verdadeiro amigo sabe dar, selou com eles um pacto e até reclamou por não terem trazido cachaça (bem sabemos que é próprio dos amigos rabujar e fazer-nos rir). Mas sobretudo provou-lhes que acredita neles e que é com eles que conta para fazer do mundo um lugar melhor.

Agenda

Fale connosco

Autores