Cresce a violência em Jerusalém

Rabino do Reino Unido condena ataques de judeus ultraortodoxos contra cristãos

| 6 Out 2023

Jerusalém vista a partir da Igreja Dominus Flevit. A cidade tem sido palco de crescentes ataques contra cristãos. Foto © Berthold Werner, via Wikimedia Commons.

 

O rabino mais importante do Reino Unido, Ephraim Mirvis, condenou no dia 5 de outubro as cuspidelas que judeus ultraortodoxos de Jerusalém lançaram no dia 3 de outubro sobre cristãos. Estes atos – assim como agressões violentas e outros ataques aos peregrinos cristãos – existem há anos, mas aumentaram significativamente este ano.

De acordo com o jornal digital Jewish News que publica a notícia, “a polícia de Israel prendeu cinco pessoas suspeitas de estarem por trás das cuspidelas, que foram capturadas em vídeo na terça-feira”.

“É difícil encontrar palavras para condenar de modo adequado este comportamento vergonhoso, que é a própria antítese dos valores da Torá. Em particular, é vergonhoso ver crianças aparentemente seguindo o exemplo daqueles que deveriam ser mais civilizados. Temos a responsabilidade de rejeitar sem equívocos tal conduta”, disse Mirvis.

O jornal Jewish News divulga nas suas páginas alguns vídeos (com tradução em língua inglesa) que exemplificam aquelas agressões contra cristãos em Jerusalém.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

O regresso da sombra da escravidão

O regresso da sombra da escravidão novidade

Vivemos um tempo de grande angústia e incerteza. As guerras multiplicam-se e os sinais de intolerância são cada vez mais evidentes. A fim de ser concreta também a nossa Quaresma, o primeiro passo é querer ver a realidade. O direito internacional e a dignidade humana são desprezados. [O texto de Guilherme d’Oliveira Martins]

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This