Refugiados

Visita à Hungria e Eslováquia

Papa enfrenta teste à saúde e à diplomacia no centro do populismo xenófobo europeu

Num dos pontos altos da viagem à Eslováquia, o Papa visita a minoria cigana num bairro onde não há água, nem luz nem gás. Será um recado também para a Hungria vizinha, que Francisco visita neste domingo durante sete horas. A política anti-imigração dos dois países será um teste à diplomacia, mas a própria viagem é um teste à saúde de Francisco, depois da intervenção cirúrgicas a que foi submetido há dois meses. 

Pin It on Pinterest

Share This