Cidade de Jerusalém

Rei jordano elogiado por defender direitos dos cristãos

| 1 Out 2022

A Abadia da Dormição, na Cidade Velha de Jerusalém. Foto © Eldadc1, CC BY-SA 3.0 , via Wikimedia Commons.

A Abadia da Dormição, na Cidade Velha de Jerusalém. Foto © Eldadc1, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons.

 

Os patriarcas e líderes das igrejas cristãs em Jerusalém elogiaram o rei Abdullah II da Jordânia por chamar a atenção para o que eles dizem ser “a deterioração da situação dos direitos humanos básicos” dos cristãos na cidade e em toda a chamada Terra Santa, revelou a agência católica asiática UCA News.

“Hoje, o cristianismo na Cidade Santa está sob fogo. Os direitos das igrejas em Jerusalém estão ameaçados. Isso não pode continuar. O cristianismo é vital para o passado e o presente. da nossa região e da Terra Santa. Deve continuar a ser parte integrante do nosso futuro”, afirmou o rei jordano, no seu discurso na Assembleia Geral da ONU em 20 de setembro.

Esta afirmação recebeu o aplauso dos líderes cristãos de Jerusalém, num comunicado publicado a 27 de setembro. Para os patriarcas e chefes das igrejas em Jerusalém — ortodoxos, ortodoxos orientais, católicos, anglicanos e protestantes — a descrição feita pelo rei é “verdadeira e honesta da realidade cristã na Terra Santa, especialmente em Jerusalém”, motivando o seu agradecimento.

“Também aplaudimos o compromisso público de Sua Majestade de proteger o status quo histórico e legal das nossas comunidades, preservando assim nossa segurança e futuro”, disseram os líderes religiosos. “Os esforços de sua majestade para tocar os sinos de alerta sobre a deterioração da situação dos direitos humanos básicos cristãos envia uma forte mensagem ao mundo sobre os perigos claros e presentes que cercam a herança e a presença cristã em Jerusalém e no resto da Terra Santa”, apontaram, citados pela agência.

Segundo a mesma fonte, Abdullah tinha defendido nas Nações Unidas que “a cidade é sagrada para milhões de muçulmanos, cristãos e judeus em todo o mundo”. Para o rei, qualquer política ou desenvolvimento que prejudique o “status quo legal e histórico de Jerusalém desencadeia tensões globais e aprofunda divisões religiosas. A Cidade Santa não deve ser um lugar para ódio e divisão”.

O rei Abdullah, que continua a reivindicar o título tradicional de guardião dos locais sagrados muçulmanos e cristãos de Jerusalém, há muito que se queixa de que Israel está a violar os acordos vigentes ao permitir colonatos judeus em bairros tradicionalmente cristãos e muçulmanos e, mais recentemente, ao não aplicar o acordo de uma lei de 1967 que permite aos judeus visitar o complexo ao redor da mesquita de Al-Aqsa, mas sem rezarem no local. Os judeus referem-se à área como o Monte do Templo, o local dos antigos templos judaicos.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Reunião do Conselho dos Cardeais com o Papa voltou a contar com três mulheres

Uma religiosa e duas leigas

Reunião do Conselho dos Cardeais com o Papa voltou a contar com três mulheres novidade

Pela quarta vez consecutiva, o papel das mulheres na Igreja voltou a estar no centro dos trabalhos do Papa e do seu Conselho de Cardeais – conhecido como C9 -, que se reuniu no Vaticano nos últimos dois dias, 17 e 18 de junho. Tratou-se de uma reflexão não apenas sobre as mulheres, mas com as mulheres, dado que – tal como nas reuniões anteriores – estiveram presentes três elementos femininos naquele que habitualmente era um encontro reservado aos prelados.

Liga Operária Católica apela aos trabalhadores que se sindicalizem

Reunida em Seminário Internacional

Liga Operária Católica apela aos trabalhadores que se sindicalizem novidade

“Precisamos que os sindicatos sejam mais fortes e tenham mais força nas negociações e apelamos a todos os os trabalhadores a unirem-se em volta das suas associações”. A afirmação é dos representantes da Liga Operária Católica/Movimento de Trabalhadores Cristãos (LOC/MTC), que estiveram reunidos no passado fim de semana no Museu da Central do Caldeirão, em Santarém, para o seu Seminário Internacional.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This