Respeito pelo meio ambiente pode gerar lucro e emprego

| 8 Mar 19 | Boas Notícias, Últimas

Ermete Realacci. Foto © Lifegate

O ambiente não é só uma necessidade mas uma nova fronteira para a competição económica. Quem o diz é Ermete Realacci, presidente da Fundação Symbola, organização sem fins lucrativos que se dedica a promover uma soft economy que combina a melhoria do capital humano, respeito pelo ambiente e pelos direitos humanos.

“A excelência italiana reside na conjugação de eficiência, beleza e qualidade. (…) As empresas italianas foram forçadas à eficiência devido à falta de recursos. E a frugalidade tornou-se o seu ponto forte. Por exemplo, as telhas: estão na vanguarda da beleza mas também da inovação. Com a produção de placas de cerâmica cada vez mais finas, o consumo de energia, água e transporte foi reduzido para metade, e é por isso que a Itália vende 350 quilómetros quadrados de telhas em todo o mundo, três vezes o tamanho de Paris”, diz Realacci, em entrevista ao jornal Corriere della Sera.

Servindo-se do exemplo italiano, Realacci destaca que considera que as alterações climáticas são sempre retratadas como algo assustador e não como uma oportunidade: “O problema é que, para avançar, devemos todos remar na mesma direção.” E continua: “A Europa esteve sempre na vanguarda da transição para o desenvolvimento sustentável, pressionou pela assinatura do Protocolo de Quioto e do Tratado de Paris sobre o clima. Bastava posicionarmo-nos à frente deste caminho para o futuro para nos movermos na direcção certa. Já somos pioneiros na transição energética e desenvolvimento sustentável – mas corremos o risco de parar.”

Questionado acerca da maneira correta de utilizar os recursos existentes para uma maior sustentabilidade, Ermete Realacci afirma: “Basta olhar para o que funciona e quem mais precisa. Os incentivos para a construção de edifícios, por exemplo, geraram 28 mil milhões de euros de investimento e 420 mil empregos. Eles foram um enorme sucesso e um importante fator para ajudar o setor da construção, que foi muito afetado pela crise. Ao mesmo tempo, foi uma medida que canalizou investimentos em eficiência energética, cortando contas domésticas “.

Artigos relacionados

Breves

Encontro de artistas portugueses com músicas do grupo Gen Verde

Um encontro de artistas de várias áreas, que sejam sensíveis às dimensões do Sagrado, da Beleza e do Bem Comum, está convocado para a tarde deste sábado, 18 de Maio, entre as 16h30 e as 18h, no Auditório da Igreja São Tomás de Aquino (Laranjeiras), em Lisboa.

Bolsonaro contestado por cortes na Educação

As ruas de mais de duas centenas de municípios em 26 estados brasileiros foram tomadas esta quarta-feira, 15 de maio, por manifestações que registaram a participação de centenas de milhares de estudantes e professores.

Televisão: Fátima vence Cristina

As cerimónias da peregrinação de 13 de maio a Fátima, transmitidas pela RTP1, conquistaram 381 mil espectadores, deixando o programa Cristina, da SIC, a grande distância (317 mil).

Boas notícias

É notícia 

Entre margens

A União Europeia necessita de psicanálise

Importa olhar para o «subconsciente» da União Europeia e tentar perceber a causa de tão grande tormento. Dir-se-ia que a União Europeia necessita de fazer algumas sessões de psicanálise. Queiramos ou não, estejamos ou não de acordo, a realidade é que a União Europeia marcará o nosso futuro coletivo.

Cultura e artes

Uma audição comentada do Livro dos Salmos

Será uma audição comentada do Livro dos Salmos aquela que Alfredo Teixeira proporá nesta quarta-feira, 22 de Maio, a partir das 18h30, na Capela de Nossa Senhora da Bonança (Capela do Rato), em Lisboa (Calçada Bento da Rocha Cabral, 1-B).

Coro do Trinity College de Dublin em Lisboa para concerto e eucaristia

Neste sábado e domingo, 18 e 19 de Maio, Lisboa acolhe dois concertos do Coro da Capela do Trinity College de Dublin (Irlanda). Às 17 horas de sábado, o coro dará um concerto de música sacra na Sé de Lisboa; no domingo, participa na eucaristia dominical na Catedral Lusitana de S. Paulo em Lisboa (Comunhão Anglicana), com início às 11h00 (Rua das Janelas Verdes).

Sete Partidas

A Páscoa em Moçambique, um ano antes do ciclone – e como renasce a esperança

Um padre que passou de refugiado a conselheiro geral pode ser a imagem da paixão e morte que atravessou a Beira e que mostra caminhos de Páscoa a abrir-se. Na região de Moçambique destruída há um mês pelo ciclone Idai, a onda de solidariedade está a ultrapassar todas as expectativas e a esperança está a ganhar, outra vez, os corações das populações arrasadas por esta catástrofe.

Visto e Ouvido

Igreja tem política de “tolerância zero” aos abusos sexuais, mas ainda está em “processo de purificação”

D. José Ornelas

Bispo de Setúbal

Agenda

Mai
27
Seg
Conferências de Maio – “Os jovens chamados a transformar” – IV – “Os jovens descobrem Deus” @ Centro Nacional de Cultura
Mai 27@18:30_20:00

Participam Alfredo Teixeira, antropólogo e compositor, autor de Religião na Sociedade Portuguesa, Américo Aguiar, bispo auxiliar de Lisboa, e João Valério, arquitecto e músico.

Ver todas as datas

Fale connosco