Revista jesuíta denuncia abusos de poder nos conventos: freiras sujeitas a chantagem e manipulação

| 31 Jul 20

religiosas fazem mascaras cirurgicas covid-19

Freiras a trabalhar durante a quarentena deste ano, numa comunidade em França: a revista jesuíta refere casos de abuso de poder que até as consultas médicas atinge. Foto © Paróquia de Draguignan

 

A revista jesuíta Civiltà Cattolica denunciou esta quinta-feira, 30 de julho, a existência de inúmeros casos de abuso de autoridade por parte de superioras das congregações religiosas femininas, em particular sobre freiras provenientes de países pobres.

O artigo publicado na edição de agosto da revista dos padres jesuítas italianos, considerada como reveladora do pensamento oficioso do Vaticano, revela situações de discriminação, em que as responsáveis pelas instituições asseguram para si próprias “privilégios exclusivos, como tirar proveito dos melhores cuidados médicos, enquanto aquelas que são ‘simples freiras’ nem sequer podem ir ao oftalmologista ou ao dentista, porque ‘é preciso poupar dinheiro’”.

Em alguns conventos, “tudo passa pela decisão (ou capricho) de uma mesma pessoa”, sublinha a reportagem, desde a compra de uma peça de roupa à ida de férias, do tempo de descanso a uma simples caminhada.

É ainda frequente a atribuição de “gratificações arbitrárias”, como por exemplo oportunidades de formação ou estudo, aos elementos “mais fiéis e dóceis” da comunidade, em detrimento daqueles “que expressam um pensamento diferente”, assim como “formas de chantagem para conseguir uma gestão ilimitada de poder”, revela o artigo.

Também existem abusos sexuais, aos quais a opinião pública dá tendencialmente mais relevância, “mas isso não significa que [o abuso de poder dentro das congregações femininas] seja menos importante e tenha menos consequências negativas”, sublinha o autor da reportagem, o padre jesuíta Giovanni Cucci, que para a realização deste trabalho ouviu o testemunho de diversas religiosas.

Numa entrevista à revista Donne Chiesa Mondo (“Mulheres Igreja Mundo”), suplemento feminino do jornal L’Osservatore Romano, em janeiro deste ano, o cardeal brasileiro João Braz de Aviz, prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica do Vaticano, tinha já reconhecido a existência deste drama, que tem levado inúmeras religiosas a abandonar as congregações. “Houve casos em que as ex-religiosas tiveram que prostituir-se na rua para poder sobreviver”, revelou na altura Braz de Aviz. “É um fenómeno que até agora estava oculto, mas que terá de ser conhecido.”

 

[related_posts_by_tax format=”thumbnails” image_size=”medium” posts_per_page=”3″ title=”Artigos relacionados” exclude_terms=”49,193,194″]

50 anos do “Caso Añoveros”: quando a Igreja Católica afrontou o regime de Franco

Uma grave crise entre Espanha e Vaticano

50 anos do “Caso Añoveros”: quando a Igreja Católica afrontou o regime de Franco novidade

Com o franquismo já em fase declinante, um bispo defendeu o direito do povo basco à sua identidade, o governo de Franco quis expulsá-lo e a crise que se desencadeou foi tal que esteve iminente o corte de relações entre a Espanha e o Vaticano

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

Sessões gratuitas

Sol sem Fronteiras vai às escolas para ensinar literacia financeira

Estão de regresso as sessões de literacia financeira para crianças e jovens, promovidas pela Sol sem Fronteiras, ONGD ligada aos Missionários Espiritanos, em parceria com o Oney Bank. Destinadas a turmas a partir do 3º ano até ao secundário, as sessões podem ser presencias (em escolas na região da grande Lisboa e Vale do Tejo) e em modo online no resto do país.

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

Líder do Conselho Mundial de Igrejas com líderes políticos e religiosos na Terra Santa para fazer ouvir o apelo a “uma paz justa”

Visita termina esta quinta-feira

Líder do Conselho Mundial de Igrejas com líderes políticos e religiosos na Terra Santa para fazer ouvir o apelo a “uma paz justa”

Ao longo dos últimos seis dias, o secretário-geral do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), Jerry Pillay, empenhou-se a 100% naquela que designou de “uma missão especial”. E não é caso para menos. O líder religioso – que representa 352 igrejas protestantes, ortodoxas, anglicanas e evangélicas em todo o mundo – esteve em Israel e na Palestina, numa tentativa de “tornar mais forte” e verdadeiramente audível o apelo que há muito vem fazendo “por uma paz justa” na região.

É notícia

Dia dos Mártires

Igreja na Índia recorda massacre de 2008

Treze anos depois da onda de violência que varreu o Estado de Orissa, na Índia, provocando mais de 100 mortos, a justiça é ainda uma miragem, denuncia a Fundação AIS. Desde 2016 que é celebrado pela Igreja em Orissa o dia dos Mártires. 

Fundação AIS

Padre haitiano morto a tiro

Um padre que dirigia um orfanato no Haiti foi morto a tiro, Andrè Sylvestre, de 70 anos de idade, foi assassinado na tarde de segunda-feira, 6 de setembro, durante uma tentativa de assalto, revelou a Fundação AIS. 

IndieLisboa

Cinema: prémio Árvore da Vida atribuído a “Sopro”

O filme “Sopro”, realizado por Pocas Pascoal, uma cineasta angolana de 58 anos, foi distinguido na segunda-feira com o prémio Árvore da Vida, atribuído pelo Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura (SNPC), no final da 18.ª edição do festival de cinema independente IndieLisboa. 

Entre margens

O regresso da sombra da escravidão

O regresso da sombra da escravidão novidade

Vivemos um tempo de grande angústia e incerteza. As guerras multiplicam-se e os sinais de intolerância são cada vez mais evidentes. A fim de ser concreta também a nossa Quaresma, o primeiro passo é querer ver a realidade. O direito internacional e a dignidade humana são desprezados. [O texto de Guilherme d’Oliveira Martins]

Cristo Cachorro, versão 2024

Cristo Cachorro, versão 2024

Invejo de morte a paixão que os cartazes da Semana Santa de Sevilha conseguem despertar. Os sevilhanos importam-se com a sua cidade, as festas e com a imagem que o cartaz projecta, se bem que com o seu quê de possessivo, mas bem melhor que a apatia. Não fossem frases como “É absolutamente uma vergonha e uma aberração” e as missas de desagravo e o quadro cartaz deste ano teria passado ao lado.

O princípio de Betânia

O princípio de Betânia

Numa sexta-feira, seis dias antes da Páscoa, no regresso de Jericó para Jerusalém, Jesus faz uma pausa em Betânia, uma pequena aldeia a três quilómetros de Jerusalém que visitava regularmente, sendo amigo da família de Lázaro, Marta e Maria. É que no sábado a lei judaica não permitia viajar. Entretanto, um tal Simão denominado “o leproso” (talvez um dos que Jesus tinha curado) convida-o para um jantar no sábado à noite na sua casa, também em Betânia. [Texto de José Brissos-Lino]

Cultura e artes

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra

Atividades abertas a todos

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra

Empenhado em ser “um lugar onde a Cultura e a Espiritualidade dialogam com a cidade”, o Seminário de Coimbra acolhe, na próxima segunda-feira, 26, a atividade “Humanizar através do teatro – A Importância da Compaixão” (que inclui a representação de uma peça, mas vai muito além disso). Na terça-feira, dia 27, as portas do Seminário voltam a abrir-se para receber o biólogo e premiado fotógrafo de natureza Manuel Malva, que dará uma palestra sobre “Salvar a natureza”. 

Vitrais e escultura celebram videntes de Fátima na Igreja da Golpilheira

Inaugurados dia 25

Vitrais e escultura celebram videntes de Fátima na Igreja da Golpilheira

A comunidade cristã da Golpilheira – inserida na paróquia da Batalha – vai estar em festa no próximo domingo, 25 de fevereiro, data em que serão inaugurados e benzidos os novos vitrais e esculturas dos três videntes de Fátima que passarão a ornamentar a sua igreja principal – a Igreja de Nossa Senhora de Fátima. As peças artísticas foram criadas por autores nacionais, sob a coordenação do diretor do Departamento do Património Cultural da Diocese de Leiria-Fátima, Marco Daniel Duarte.

Franz Karl Praßl em concerto

No Mosteiro de S. Vicente de Fora, em Lisboa

Franz Karl Praßl em concerto

Franz Karl Praßl, (Prassl), Professor de Canto Gregoriano do Pontificio Istituto di Musica Sacra no Vaticano, vai dar um concerto seguido de missa no Mosteiro de S. Vicente de Fora, em Lisboa. O evento está englobado num seminário que o professor austríaco está a dar aos alunos da Escola Artística do Instituto Gregoriano de Lisboa, e servirá para encerrar os trabalhos.

Júlio Pomar no Centro de Arte Contemporânea Graça Morais

Bragança

Júlio Pomar no Centro de Arte Contemporânea Graça Morais

É um “enorme prazer” poder apresentar em Bragança obras de Júlio Pomar, seu amigo e “uma das principais figuras da arte em Portugal”, disse Graça Morais referindo-se à exposição Júlio Pomar: Coleção Atelier – Museu, que está aberta ao público até ao final de junho. A pintora falava na apresentação de dois catálogos de obras suas – Graça Morais: Os rituais do silêncio e Homenagem a António Mega Ferreira – Linhas da Terra/Os Olhos Azuis do Mar, que teve lugar ao fim da tarde de dia 8 de fevereiro no Centro de Arte Contemporânea Graça Morais, em Bragança.

Sete Partidas

Era uma vez na Alemanha

Era uma vez na Alemanha

No sábado 3 de fevereiro, no centro de Berlim, um estudante judeu foi atacado por outro estudante da sua universidade, que o reconheceu num bar, o seguiu na rua, e o agrediu violentamente – mesmo quando já estava caído no chão. A vítima teve de ser operada para evitar uma hemorragia cerebral, e está no hospital com fracturas em vários ossos do rosto. Chama-se Lahav Shapira. [Texto de Helena Araújo]

Aquele que habita os céus sorri

Agenda

[ai1ec view=”agenda” events_limit=”3″]

Ver todas as datas

Parceiros

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This