Sudário de Turim será exposto em transmissão ao vivo para todo o mundo

| 8 Abr 20

Sudário de Turim

Sudário de Turim. Foto: Direitos reservados

 

Foram muitas as solicitações que chegaram à catedral de Turim, em Itália, onde se encontra guardado o Sudário: perante a pandemia de covid-19, milhares de fiéis queriam venerar o lençol que, de acordo com a tradição, terá coberto o corpo de Jesus Cristo após a sua morte na cruz. Neste Sábado Santo, 11 de abril, véspera de Páscoa, isso será possível, através de uma transmissão online, em direto para todo o mundo.

O Santo Sudário permanecerá no mesmo local que o protege, mas “graças à televisão e às redes sociais, a imagem do pano sagrado poderá ser contemplada em todo o mundo”, explicou ao Vatican News o arcebispo de Turim, Cesare Nosiglia.

A transmissão acontecerá a partir das 16 horas (hora de Portugal), iniciando-se com uma celebração litúrgica presidida pelo arcebispo Nosiglia. O arcebispo convida todos os fiéis a acompanhar esse momento de oração e “pedir a Cristo a graça para vencer o mal, como Ele fez na Cruz”.

“O amor é mais forte: este é o anúncio da Páscoa que o Sudário nos leva a reviver e que enche nossos corações de gratidão e fé. O amor com que Jesus nos deu a sua vida e que celebramos durante a Semana Santa é mais forte do que qualquer sofrimento, qualquer doença, qualquer contágio, qualquer provação ou desânimo. Nada e ninguém pode separar-nos desse amor, porque ele é fiel para sempre e une-nos a ele com um vínculo inquebrantável”, sublinhou Cesare Nosiglia.

A última vez que o Sudário foi apresentado ao público foi em 2015, durante a visita do Papa Francisco a Turim, em 21 de junho daquele ano. O Papa rezou diante da relíquia e descreveu-a como “um ícone do amor de Cristo”.

 

Cruz de Lampedusa “de quarentena” em Espanha

Também a Cruz de Lampedusa, criada a partir da madeira de um barco utilizado por migrantes para atravessar o Mediterrâneo, pode agora ser contemplada online. O símbolo que esteve junto ao altar na visita do Papa à ilha italiana em 2014 e recebeu a sua bênção, estava a percorrer diversas paróquias de Espanha mas, devido à declaração do estado de emergência no país, acabou por ficar “de quarentena” numa pequena capela de Algeciras.

A cruz de madeira, que pesa 60 kg, mede 8 metros de altura e 1,5 metros de largura, está à guarda dos Irmãos Trinitários, que diariamente têm celebrado a eucaristia junto dela, com transmissão online na sua página de Facebook.

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Share This