Padre expulso por jesuítas

Santuário da Aparecida interrompe instalação de mosaicos de Rupnik

| 21 Ago 2023

Marko Ivan Rupnik, Arte, Inferno, Fátima, Basílica da Santíssima Trindade

Visão do inferno no painel do altar da Basílica da Santíssima Trindade, em Fátima. Obra da autoria do padre Marko Ivan Rupnik, acusado de abusos. Ao contrário de Aparecida, em Fátima, não se está a equacionar qualquer iniciativa sobre o assunto, Foto © António Marujo/7Margens

 

O plano para a colocação dos painéis de mosaicos, que o padre Marko Rupnik e o Centro Aletti de Roma tinham iniciado em 2019 no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, no interior do Estado de São Paulo, Brasil, foi interrompido, segundo notícia divulgada pela agência católica Zenit. 

A medida decorre da decisão dos Jesuítas, anunciada em 14 de junho último, de expulsar o padre e artista da Companhia de Jesus, na sequência de múltiplos casos de abusos de freiras e do comportamento do clérigo sobre a matéria, a não aceitar dar explicações ou justificações aos superiores da instituição a que pertencia.

O projeto que havia sido acertado entre os responsáveis do Santuário e o Centro Aletti era a instalação nas quatro fachadas de um conjunto de painéis que representavam uma “Viagem Bíblica”, através de 110 cenas, o que, uma vez completo, pretendia ter uma “Bíblia ao ar livre”. Os trabalhos foram iniciados, mas estavam longe de estar terminados, tendo, no entanto a fachada e mais uma outra parte sido realizadas.

Segundo refere a Zenit, para além da suspensão, reflete-se sobre a conveniência ou não de retirar os painéis de mosaicos já instalados. Algo de semelhante foi decidido no Santuário de Lurdes, cujo bispo constituiu um grupo de trabalho multidisciplinar para refletir sobre as obras de Rupnik que cobrem a fachada do Santuário e que são frequentemente vistas, quer pelos peregrinos, quer nas transmissões do terço através da televisão.

Em Fátima, como é público, Rupnik foi o artista que concebeu e realizou o painel que decora a parede do fundo da Basílica da Santíssima Trindade, por detrás do altar mor. Como o 7MARGENS noticiou, o Santuário, embora tenha acompanhado este caso, não está a equacionar a tomada de qualquer iniciativa sobre o assunto. 

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Cruz Vermelha quer levar ajuda urgente às vítimas das cheias no Brasil

Apelo internacional

Cruz Vermelha quer levar ajuda urgente às vítimas das cheias no Brasil novidade

Com o objetivo de “aumentar a assistência humanitária às comunidades afetadas pelas devastadoras inundações no Rio Grande do Sul, no Brasil”, a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV) lançou um “apelo de emergência de cerca de oito milhões de euros”, anunciou a Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), na última quarta-feira, 22 de maio.

A Dignidade da pessoa humana como prioridade

A Dignidade da pessoa humana como prioridade novidade

Na semana depois de Pentecostes é oportuno recordar a publicação da declaração Dignitas Infinita sobre a Dignidade Humana, elaborada durante cinco anos e divulgada pelo Dicastério para a Doutrina da Fé, pondo a tónica na dimensão universal, filosófica e antropológica, do respeito pela pessoa humana enquanto fator de salvaguarda dos direitos humanos, do primado da justiça e do reconhecimento de que todos os seres humanos como livres e iguais em dignidade e direitos.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This