Saudade

| 10 Nov 2021

Saudade. Memórias

“Uma vontade de avivar lembranças atraiçoadas pelas ilusões mundanas dos dias falhos.” Foto © Jon Tyson / Unsplash

 

A saudade é a estranha penumbra
desabotoada no gélido crepúsculo da memória.
Acontece quando os odores se desfazem
e os timbres deixam de ecoar;
essa é a saudade.

Uma vontade de avivar lembranças atraiçoadas
pelas ilusões mundanas dos dias falhos.
A saudade vai-se tornando despedida vagarosa
de tudo o que está prestes a ser esquecido.

A saudade é a mãe ausente
da infância remota
e não mais celebrada.

A saudade é cruel
porque nos traz a leveza,
e a ausência do amor quer tortura,
não quer leveza.

A saudade é culpa de te esquecer às vezes;
tudo o que és,
porque “ser” é verbo
que ninguém deveria conjugar
nos pretéritos.

 

Ana Sofia Brito é performer e artista de rua por opção, embora também mantenha a arte de palco; frequentou o Chapitô e estudou teatro físico na Moveo, em Barcelona.

 

O Cristianismo na guerra de armas e de ideias

Exclusivo 7M: um ensaio de Tomáš Halík

O Cristianismo na guerra de armas e de ideias novidade

Este ano, as palavras proféticas do Papa Francisco tornaram-se realidade: “Vivemos não uma época de mudanças, mas uma mudança de época.” Há muito que o Papa Francisco fala do nosso tempo como sendo uma “Terceira Guerra Mundial fragmentada”. Neste momento, até o porta-voz de Putin diz que a III Guerra Mundial começou, e talvez seja a sua única afirmação verdadeira. Ganha forma um novo mapa geopolítico do mundo, uma nova ordem mundial, surge um novo clima moral nas relações internacionais, políticas, económicas e culturais. Deparamos com a necessidade de adotar um novo e mais simples estilo de vida. Começa um novo capítulo da História.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Casamento infantil quase duplicou em Cabo Delgado

Save the Children alerta

Casamento infantil quase duplicou em Cabo Delgado novidade

As taxas de casamento precoce aumentaram substancialmente no primeiro trimestre deste ano entre as crianças da região de Cabo Delgado (Moçambique), alertou esta semana a organização internacional Save the Children. O aumento está diretamente relacionado com a pobreza provocada pelo conflito que assola a região desde 2017 e que deixa muitos pais perante “a escolha devastadora” de ter de “deixar os filhos casar para aliviar a carga da família”, explica a instituição.

Não quero senão

Não quero senão novidade

Se aos olhos de alguém transpareço / noutros sorrisos me encontro / aprendi a voar nos abismos / da alma humana inacabada / entristecida de arrogâncias / falácias perpétuas sem rosto

Agenda

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This