Semana “Laudato si’” (1): Um novo modo de habitar a terra

| 16 Mai 20

Imagem do primeiro filme sobre a viagem Ourém-Roma.

 

Há um café em que o cliente decide quanto deve pagar pela refeição; um supermercado com bons produtos, bons preços e boa gente; uma organização que não quer que o mundo seja um armazém de recursos para coisas que não precisamos; e um irmão de Taizé que diz que os jovens fazem cada vez mais perguntas.

Estas são algumas das histórias que se contam no primeiro dos nove vídeos que a FEC – Fundação Fé e Cooperação irá desvendar durante os nove dias (deste sábado, 16, até domingo, 24 de Maio) que dura a Semana Laudato Si’, assinalando os cinco anos da encíclica publicada em 2015 pelo Papa Francisco.

“A Caminho” (ou On the way, o título escolhido, em inglês) pretende retratar o caminho de Ourém até Roma, percorrido por Laura Marques e Madalena Meneses, duas jovens voluntárias da FEC e da Associação Casa Velha – Ecologia e Espiritualidade. Cada dia, um episódio estará disponível no sítio da FEC a partir das 15h.

Inspiradas na Laudato Si’, Laura e Madalena viajaram a pé, à boleia e de comboio atravessando oito países e visitando comunidades ou experiências que estão a desbravar caminhos novos na perspectiva da ecologia integral.

A viagem pretendeu unir-se à assembleia especial do Sínodo dos Bispos católicos sobre a Amazónia, que decorreu de 6 a 27 de Outubro de 2019, em Roma. A série, que pretende apenas partilhar o caminho e as experiências, foi depois realizada por Patrícia Pedrosa, a partir do material fotográfico, audiovisual e artístico que as duas viajantes recolheram.

 

Tudo está ligado

Com o tema “Tudo está ligado”, esta Semana Laudato Si’ pretende fazer uma campanha global de formação e pressão em favor da defesa do planeta e do “cuidado com a casa comum”. Na impossibilidade de se desenvolverem muitas acções de rua, por causa da pandemia, o centro estará nos debates, tertúlias, vigílias e conferências em vídeo, através de plataformas na internet. A semana terminará com um Dia Mundial de Oração, no próximo domingo, assinalado às 12h de Roma (11h em Lisboa),

“Que tipo de mundo queremos deixar para aqueles que vêm depois de nós, para as crianças que estão crescendo?”, pergunta o Papa Francisco, numa mensagem vídeo divulgada recentemente e que o 7MARGENS divulgou, a par de outras iniciativas dinamizadas pela rede Cuidar da Casa Comum (CCC).

O Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, do Vaticano, considera os ensinamentos da encíclica particularmente relevantes no contexto actual da pandemia, já que a Laudato Si’ aponta a perspectiva de um mundo mais justo e sustentável.

O 7MARGENS associou-se à rede CCC e, a partir de hoje, divulga curtas mensagens de crentes e não-crentes, jovens e adultos, católicos e não-católicos, sobre a importância da Laudato Si’. As duas primeiras podem ser vistas a seguir.

 

Viriato Soromenho-Marques: Encontrar um novo modo de habitar a terra

 

Depoimento de Viriato Soromenho-Marques, Comissão de Apoio Teológico e Científico da Rede Cuidar da Casa Comum / Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa.
Semana “Laudato si’”, proposta pelo Papa Francisco para assinalar os cinco anos da publicação da encíclica sobre o “cuidado da casa comum”.
Iniciativa da Rede Cuidar da Casa Comum, com a colaboração do 7MARGENS.

 

Carminho Osório: Despir o preconceito e os excessos ambientais

 

Depoimento de Carminho Osório, paróquia do Campo Grande e Agrupamento do Corpo Nacional de Escutas de Carnide (Lisboa).
Semana “Laudato si’”, proposta pelo Papa Francisco para assinalar os cinco anos da publicação da encíclica sobre o “cuidado da casa comum”.
Iniciativa da Rede Cuidar da Casa Comum, com a colaboração do 7MARGENS.

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Share This