Proposta entregue à CEP

Siza Vieira vai “materializar” o pedido de desculpas às vítimas de abusos

| 10 Jul 2022

Apresentação da Comissão Independente para o Estudo dos Abusos Sexuais na Igreja Católica em Portugal, em 10 de Janeiro, na Fundação Gulbenkian, em Lisboa: foram 352 denúncias validadas a dia 10 de julho, seis meses depois. Foto © 7Margens.

 

A Comissão Independente (CI) para o Estudo de Abusos Sexuais de Crianças na Igreja Católica Portuguesa atualizou o número de denúncias de casos de abusos para 352, no dia em que faz o balanço dos seis meses sobre a criação da CI. Em comunicado enviado ao 7MARGENS, a equipa liderada por Pedro Strecht refere ainda que está em andamento o “implemento do estudo de Arquivos secretos e Históricos da Igreja – fase 1 – junto das diversas Dioceses, pelo Grupo de Investigação Histórico, liderado pelo Prof. Dr. Francisco Azevedo Mendes”.

A maior novidade está no facto de, apenas onze dias depois de falarem na necessidade da igreja portuguesa refletir sobre a melhor forma de “materializar” o pedido de perdão às vítimas numa iniciativa, a CI avançar com a notícia de que convidou o arquiteto Siza Vieira para a materializar essa ideia que está “em fase de estudo e de proposta à Conferência Episcopal Portuguesa (CEP)”, sem se conhecer ainda qual a posição oficial da CEP sobre isto.

A CI reafirma também a sua vontade de chegar a outro tipo de população e por isso deixa o “apelo a Dioceses e Comissões Diocesanas das respectivas regiões para envolvimento de proximidade junto destas pessoas e apelo ao testemunho”, assim como faz o “apelo junto do Ministério da Saúde para instalação de publicidade estática nos Centros de Saúde de todo o País” e o “envio para a Anafre, Associação de Juntas de Freguesias e respectivas delegações regionais, de apelo à divulgação dos contactos da CI”. Já concretizado, informam, foi a “divulgação junto de Associação Nacional de Farmácias, (…) através de reportagem incluída na revista Saúda deste mês”.

A Comissão Independente continua disponível pelos seguintes contactos:

https//darvozaosilencio.org
Endereço eletrónico: geral@darvozaosilencio.org
Telemóvel: 917 110 000
Correio postal:
CE COMISSÃO INDEPENDENTE
APARTADO 012079
EC PICOAS – LISBOA
1061 – 011 LISBOA

 

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas

7MARGENS antecipa estudo

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas novidade

Ao basear-se em inquéritos junto das famílias, as estatísticas oficiais em Portugal não captam as situações daqueles que não vivem em residências habituais, como as pessoas em situação de sem-abrigo, por exemplo. E é por isso que “subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia a Cáritas Portuguesa na introdução ao seu mais recente estudo, que será apresentado na próxima terça-feira, 27 de fevereiro, na Universidade Católica Portuguesa do Porto.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra

Atividades abertas a todos

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra novidade

Empenhado em ser “um lugar onde a Cultura e a Espiritualidade dialogam com a cidade”, o Seminário de Coimbra acolhe, na próxima segunda-feira, 26, a atividade “Humanizar através do teatro – A Importância da Compaixão” (que inclui a representação de uma peça, mas vai muito além disso). Na terça-feira, dia 27, as portas do Seminário voltam a abrir-se para receber o biólogo e premiado fotógrafo de natureza Manuel Malva, que dará uma palestra sobre “Salvar a natureza”. 

Era uma vez na Alemanha

Era uma vez na Alemanha novidade

No sábado 3 de fevereiro, no centro de Berlim, um estudante judeu foi atacado por outro estudante da sua universidade, que o reconheceu num bar, o seguiu na rua, e o agrediu violentamente – mesmo quando já estava caído no chão. A vítima teve de ser operada para evitar uma hemorragia cerebral, e está no hospital com fracturas em vários ossos do rosto. Chama-se Lahav Shapira. [Texto de Helena Araújo]

Vitrais e escultura celebram videntes de Fátima na Igreja da Golpilheira

Inaugurados dia 25

Vitrais e escultura celebram videntes de Fátima na Igreja da Golpilheira novidade

A comunidade cristã da Golpilheira – inserida na paróquia da Batalha – vai estar em festa no próximo domingo, 25 de fevereiro, data em que serão inaugurados e benzidos os novos vitrais e esculturas dos três videntes de Fátima que passarão a ornamentar a sua igreja principal – a Igreja de Nossa Senhora de Fátima. As peças artísticas foram criadas por autores nacionais, sob a coordenação do diretor do Departamento do Património Cultural da Diocese de Leiria-Fátima, Marco Daniel Duarte.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This