Resgate de migrantes

SOS Méditerranée salva seis grávidas migrantes no alto mar

| 31 Mai 2022

Foto © Flavio Gasperini/SOS Mediterranée

O navio da organização humanitária SOS Mediterranée, Ocean Viking, teve de esperar semana e meia com cerca de 300 pessoas resgatadas do mar, algumas delas em situação de risco, até que lhe fosse designado o porto onde ancorar.

Segundo refere a newsletter da organização, desde que as operações foram iniciadas, nunca tinha sido necessário esperar tanto tempo para levar os sobreviventes para terra.

Apenas na noite deste domingo, 29, chegou a indicação do porto de Pozzalo, no sul da ilha da Sicília, situada em frente à bota da península da Itália, para desembarcar os 297 sobreviventes, incluindo 23 mulheres e 49 crianças.

A SOS Mediterranée refere que a espera em alto mar foi de tal forma “insuportável”, que “até levou um homem desesperado [a atirar-se] para a água no domingo de manhã”, tendo sido de imediato recolhido pela equipa de salvamento. 

Nos dias anteriores, também haviam ocorrido duas evacuações médicas para uma pessoa gravemente ferida e uma mulher grávida com o marido. “É inaceitável que estas pessoas enfrentem tal desrespeito pelos seus direitos”, salienta a organização humanitária.

Numa newsletter anterior, datada de 20 de maio, a tripulação do Ocean Viking relatou que as equipas presenciaram “uma situação mais uma vez inconcebível”: seis mulheres grávidas, todas em diferentes fases da gravidez, foram resgatadas em mar aberto com outras 152 amontoadas em dois barcos à deriva.

“Para proteger a vida dos filhos ainda em gestação, essas mulheres arriscaram a sua própria vida”. Segundo os primeiros testemunhos, teriam permanecido quase nove horas no mar em duas tinas compostas por tubos insufláveis ​​e tábuas pregadas. O seu objetivo: “Fugir, a qualquer preço, do inferno da Líbia”, explicava. 

 

Judeus do Partido Trabalhista atacam política de Israel

Reino Unido

Judeus do Partido Trabalhista atacam política de Israel novidade

Glyn Secker, secretário da Jewish Voice For Labor – uma organização que reúne judeus membros do Partido Trabalhista ­–, lançou um violento ataque aos “judeus que colocam Israel no centro da sua identidade” e classificou o sionismo como “uma obscenidade” ao discursar no dia 10 diante de Downing Street, durante um protesto contra os ataques de Israel na faixa de Gaza.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Evento "importantíssimo" para o país

Governo assume despesas da JMJ que Moedas recusou

A ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, chegou a acordo com o presidente da Câmara de Lisboa sobre as Jornadas Mundiais da Juventude, comprometendo-se a – tal como exigia agora Carlos Moedas – assumir mais despesa do evento do que aquela que estava inicialmente prevista, noticiou o Expresso esta quarta-feira, 3.

Multiplicar o número de leitores do 7MARGENS

Em 15 dias, 90 novos assinantes

Durante o mês de julho o 7MARGENS registou 90 novos leitores-assinantes, em resultado do nosso apelo para que cada leitor trouxesse outro assinante. Deste modo, a Newsletter diária passou a ser enviada a 2.863 pessoas. Estamos ainda muto longe de duplicar o número de assinantes e chegar aos 5.000, pelo que mantemos o apelo feito a 18 de julho: que cada leitor consiga trazer outro.

Parceria com Global Tree

JMJ promove plantação de árvores

A Fundação Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023 e a Global Tree Initiative estabeleceram uma parceria com o objectivo de levar os participantes e responsáveis da organização da jornada a plantar árvores. A iniciativa pretende ser uma forma de assinalar o Dia Mundial da Conservação da Natureza, que se assinala nesta quinta-feira, 28 de julho.

Representante dos sobreviventes de Nagasaki solidário com a Ucrânia

Nos 77 anos do ataque atómico

Representante dos sobreviventes de Nagasaki solidário com a Ucrânia

“Apelo a todos os membros” do Parlamento japonês, “bem como aos membros dos conselhos municipais e provinciais” para que se “encontrem com os hibakusha (sobreviventes da bomba atómica), ouçam como eles sofreram, aprendam a verdade sobre o bombardeio atómico e transmitam o que aprenderem ao mundo”, escreve, numa carta lida nas cerimónias dos 77 anos do ataque atómico sobre Nagasaki, por um dos seus sobreviventes, Takashi Miyata.

Mar Egeu: dezenas de pessoas desaparecidas em naufrágio

Resgatadas 29 pessoas

Mar Egeu: dezenas de pessoas desaparecidas em naufrágio

Dezenas de pessoas estão desaparecidas depois de um barco ter naufragado no mar Egeu, na quarta-feira, ao largo da ilha grega de Cárpatos, divulgou a ACNUR. A embarcação afundou-se ao amanhecer, depois de da costa sul da vizinha Turquia, em direção a Itália. “Uma grande operação de busca e resgate está em curso.”

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This