Suíça: um terço dos muçulmanos sente-se alvo de discriminação

| 2 Fev 21

Pormenor de painel de azulejos na Mesquita Central de Lisboa, representando os atributos de Deus. Foto © António Marujo

 

Cerca de 35% das pessoas com ligações à comunidade muçulmana radicada na Suíça dizem sentir-se alvo de discriminação por causa da sua religião, revela um inquérito conduzido a nível nacional pelo Instituto Federal de Estatísticas. É a primeira vez, diz o jornal Réforme, que o inquérito anual sobre “língua, religião e cultura” inclui questões diretamente relacionadas com a discriminação, pelo que é impossível comparar os dados agora publicados com anos anteriores.

Em 2018 o inquérito anual intitulado “viver juntos na Suíça”, da responsabilidade do mesmo organismo, revelava que 11% da população era hostil à presença de muçulmanos no país, enquanto 29% desaprovava a própria fé islâmica. A comunidade muçulmana Suíça é em 94% composta por imigrantes de primeira ou segunda geração, dos quais 34% tem a nacionalidade suíça.

 

A educação na campanha eleitoral

A educação na campanha eleitoral novidade

Durante os trinta debates nas televisões o tema da educação nunca esteve sobre a mesa. Será porque não é importante? Todos responderão que não, pois a educação é reconhecidamente importante em qualquer sociedade, sobretudo as mais desiguais. Será porque não se debateu nenhuma estratégia para o país? Também não, pois, apesar de pouco, ainda houve aqui e ali tempo para debater a justiça, a economia, a fiscalidade, o emprego e as remunerações.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Lembrar as vítimas do nazismo

Holocausto

Lembrar as vítimas do nazismo novidade

27 de janeiro, a data em que o Exército Vermelho libertou Auschwitz, tornou-se o dia internacional em memória das vítimas do nazismo. Hoje quero lembrar Karl Stojka, e o seu aviso: “Não foi Hitler, nem Göring, nem Goebels, nem Himmler, nem nenhum desses quem me arrastou e espancou. Não. Foi o sapateiro, o vizinho, o leiteiro.”

As estrelas boas que Deus coloca na nossa vida

As estrelas boas que Deus coloca na nossa vida novidade

No contexto da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos 2022 [entre 18 e 25 de janeiro] prestamos tributo a um homem bom, um fiel seguidor de Cristo e um cristão verdadeiramente ecuménico e aberto ao diálogo inter-religioso. Um cristão também com profundo sentido de humor e de alegria, que é sempre um sinal de uma boa espiritualidade.

Fale connosco

Abusos na Igreja
Dar voz ao silêncio

Contactos da Comissão Independente

https://darvozaosilencio.org/

E-mail: geral@darvozaosilencio.org

Telefone: (+351) 91 711 00 00

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest

Share This