Leila e os seus irmãos ou a importância de matar o pai

  O cinema é uma arte maravilhosa porque nos transporta e faz entrar e conhecer, por exemplo, outras culturas. E da maneira mais verdadeira, quando é bom. É o caso do filme iraniano Os Irmãos de Leila, de Saed Roustayi. As primeiras imagens podem ser enganadoras....

Rua dos Anjos, ou: coisas do divino

  “Ele há coisas do diabo!” é a expressão popular que me ocorre ao pensar no modo como o documentário Rua dos Anjos encontrou o seu caminho para o programa do Portuguese Cinema Days in Berlin 2022. E imediatamente me corrijo: ele há coisas do divino....

De Profundis, descida lenta

  Deixem-me começar com esta citação que encontrei: “Uma meditação calma, intensa, quase esmagadoramente bela sobre a vida, a morte, a curiosidade humana e o insondável poder da natureza” (A.O. Scott & Manohla Dargis, The New York Times). Diz...

Pin It on Pinterest