Crónicas de um jejuador (5): Os últimos cartuchos

  Já aqui falámos da importância que as noites assumem no calendário deste sagrado mês e, destas, as últimas dez noites são especialíssimas. Eu justifico: a cada dez dias, há um propósito específico, e se os primeiros são da Misericórdia e do Perdão, estes...

Crónicas de um jejuador (4): As noites mágicas

  Há quem diga que os muçulmanos, durante o mês do Ramadão, trocam o dia pela noite. Talvez seja verdade e, se tivermos em consideração o esforço e a abstinência a que estamos sujeitos durante o dia, é inequívoca alguma quebra de produtividade profissional que se...

Crónicas de um jejuador (3): A fome

  Num mundo em que 700 milhões de pessoas, o equivalente a 10% da população mundial – de acordo com as estatísticas – passam fome, a segunda maior religião do planeta pretende, no cume do seu calendário, enfatizar a renúncia a esta necessidade fisiológica, num...

Crónicas de um jejuador (2): O sofrimento 

  O que será verdadeiramente o sofrimento? Diz-nos o proclamado “deus do saber”, o Google, através da Wikipedia, que o sofrimento é qualquer experiência aversiva (não necessariamente indesejada) e a sua emoção negativa correspondente. Ele é geralmente associado à...

Crónicas de um jejuador (1): O icebergue

  O Ramadão é uma época mágica. Disso, não restam dúvidas. O que faz então deste mês um mês tão especial, no qual se confundem o reboliço dos convívios sociais e dos iftares (quebra do jejum, que ocorre ao fim do dia) com o expectável e almejado incremento da...

Pin It on Pinterest