Maid: a série que todos devemos ver

You can breathe, baby girl. Sean para “Alex”, na série Maid   Netflixicamente, é excelente, não se enreda no drama ou no feminismo fácil, tem o seu quê de humor, não caricatura personagens, e a actriz principal, Margaret Qualley, merece todos os prémios da...

Já fui a Paris (à missa e tudo)

  Há várias formas de descobrir uma cidade. Uma das minhas é ir à missa naquelas por onde vou passando, mesmo que não perceba muito (ou nada) do que por lá é dito. Há umas semanas foi a vez de Paris, onde aterrei na Igreja de Notre Dame de l’Assomption de Passy...

Escolher a medida alta: 100 anos de Sophie Scholl

  Neste domingo, 9 de Maio, passaram 100 anos sobre o nascimento de Sophie Scholl, que integrou a Rosa Branca, o grupo informal de resistência pacífica ao III Reich, formado por estudantes e um professor da Universidade de Munique. Curiosamente, é também o dia da...

Voltar a casa – limpeza de Primavera

  A Primavera vai dando uns sinais de não aparecer por aqui, num saudável desprezo pela data do calendário. Ainda assim, entre os dias mais claros e compridos, e mais umas horas de luz, as primeiras folhas nas árvores, vai apetecendo preparar a casa para a nova...

Direitos Humanos das Pessoas Idosas. Importa-se de repetir?

  Direitos Humanos das Pessoas Idosas. Tropecei nesta expressão num dos inúmeros artigos, relatórios e anúncios de conferências online que me passam pelas mãos todas as semanas. O primeiro pensamento – foi preciso a covid para aceitarmos que somos uma sociedade...

Pin It on Pinterest