A pergunta que temos de fazer… e a resposta que muda tudo

  Se há dois anos, precisamente no dia 23 de fevereiro, alguém me tivesse dito: “A Rússia está prestes a invadir a Ucrânia. E não estou a falar das regiões de Donetsk e Lugansk, onde o conflito já se arrasta desde 2014… Não. Na próxima madrugada, militares russos...

O apelo da desrazão – NATO versus Rússia

Todos conhecemos por nós próprios a obstinação, a resistência ao auto-esclarecimento, (….) o prazer no exercício da força e da violência, o arrebatamento colectivo nas oportunidades que a guerra oferece, alimentado pela esperança cega da vitória e pelo primário...

Pin It on Pinterest