Cimeira do Clima

Taizé dinamiza vigília para jovens em Glasgow

| 21 Set 21

Igreja da Reconciliação, Taizé, durante uma das orações em tempo de pandemia. Em Glasgow haverá dois irmãos a animar uma vigília.

 

A comunidade de Taizé foi convidada pelo Comité Coordenador da COP26 das Igrejas de Glasgow para preparar e liderar uma vigília para estudantes e jovens na cidade escocesa, durante a Cimeira do Clima, divulgou a comunidade. Dois irmãos de Taizé vão estar na cidade de 7 a 12 de novembro para o efeito. Os efeitos das alterações climáticas e a luta para a sua redução têm mobilizado muitos jovens que passam por Taizé, na reflexão que fazem em oficinas e debates ao longo dos últimos anos.

Neste verão que agora termina, mais de sete mil pessoas passaram por Taizé, desde junho, semana após semana, apesar do contexto da pandemia que se vive e de terem surgido, pela primeira vez, desde o início da pandemia, alguns casos de covid-19 nesta comunidade monástica ecuménica, radicada na região francesa da Borgonha. 

Segundo uma nota da Comunidade de Taizé, o protocolo estabelecido com as autoridades sanitárias francesas tornou possível manter o acolhimento aberto. Os encontros internacionais continuarão: primeiro, com as férias do final de outubro em França, que levam muitos estudantes do ensino secundário a visitar a comunidade. Depois, em Turim, Itália, o Encontro Europeu de jovens do final do ano, que para além do acolhimento presencial, terá a transmissão de vários eventos pela internet, permitindo assim a participação de jovens de todo o mundo.

“No contexto difícil criado pela pandemia, muitas pessoas olham para o futuro com preocupação; há também uma polarização crescente nas nossas sociedades. É portanto muito importante podermos encontrar-nos, rezar, partilhar e ouvir-nos uns aos outros. E por isso estamos muito gratos por o verão ter corrido tão bem em Taizé”, nota o irmão Alois, responsável da comunidade, fundada pelo irmão Roger.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

“Caminhada pela Vida” contra regresso do aborto e da eutanásia

Neste sábado, em dez cidades

“Caminhada pela Vida” contra regresso do aborto e da eutanásia novidade

Uma “caminhada pela vida” em dez cidades portuguesas é a proposta da Federação Portuguesa pela Vida e da Plataforma Caminhadas pela Vida para este sábado, 22, à tarde, com o objectivo de contrariar o regresso do debate da eutanásia e os projectos de lei de alargamento de prazos no aborto apresentados entretanto no Parlamento pelas duas deputadas não inscritas.

Sínodo em demanda de mudanças

Sínodo em demanda de mudanças novidade

Falo-vos da reflexão feita pelo Papa Francisco, como bispo de Roma, no início do Sínodo, cuja primeira etapa agora começa, de outubro de 2021 a abril de 2022, respeitando às dioceses individuais. Devemos lembrar que o “tema da sinodalidade não é o capítulo de um tratado de eclesiologia, muito menos uma moda, um slogan ou novo termo a ser usado ou instrumentalizado nos nossos encontros. Não! A sinodalidade exprime a natureza da Igreja, a sua forma, o seu estilo, a sua missão”.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This