Afeganistão

Talibãs obrigam mulheres a cobrir-se

| 11 Jan 2022

Unama/Freshta Dunia

Foto © Unama/Freshta Dunia

 

O Ministério afegão para a Promoção da Virtude e Prevenção do Vício colocou cartazes por toda a capital, Cabul, ordenando às mulheres que se cobrissem.

A medida, a mais recente das restrições que vêm sendo impostas pelo regime dos taliban, foi confirmada pelas autoridades à Agência France Presse (AFP), que divulgou a notícia. Os cartazes mostram perfis de mulheres de cara completamente tapada.

Segundo a interpretação rigorosa da sharia, as mulheres muçulmanas devem usar o hijab. Contudo, “se alguém não seguir, isso não significa que será punido ou espancado, é apenas um incentivo para as mulheres muçulmanas seguirem a lei islâmica”, disse Sadeq Akif Muhajir, porta-voz ministerial, à AFP.

“O que eles estão a tentar fazer é espalhar o medo entre as pessoas”, disse à agência uma estudante universitária, defensora dos direitos das mulheres, que não quis ser identificada.

As mulheres têm vindo a ser excluídas dos empregos públicos e, no caso das raparigas, também das escolas secundárias. Foram, além disso, proibidas de viajar sozinhas em viagens longas. Isto apesar de os taliban terem prometido uma suavização da linha dura que caraterizou o período em que estiveram no poder, de 1996 a 2001.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

À espera

[Os dias da semana]

À espera novidade

Quase todos se apresentam voltados para o sítio onde estão Maria e José, que têm, mais por perto, a companhia de um burro e de uma vaca. Todos esperam. Ao centro, a manjedoura em que, em breve, será colocado o recém-nascido. É tempo agora de preparar a sua chegada, esse imenso acontecimento, afinal de todas as horas.

Bispo Carlos Azevedo passa da Cultura para as Ciências Históricas

Novo cargo no Vaticano

Bispo Carlos Azevedo passa da Cultura para as Ciências Históricas novidade

O bispo português Carlos Azevedo foi nomeado neste sábado para o lugar de delegado (“número dois”) do Comité Pontifício para as Ciências Históricas, deixando o cargo equivalente que desempenhava no Dicastério para a Cultura e a Educação, da Santa Sé, que há poucas semanas passou a ser dirigido pelo também português cardeal José Tolentino Mendonça.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This