Ordem abandonou as vítimas

Teológo franciscano espanhol condenado por abusar de freiras

| 23 Nov 2023

Frade franciscano. Foto © Pixabay

O franciscano “foi submetido às medidas ditadas pela sentença, que incluem afastamento de qualquer exercício ministerial ou pastoral, proibição de publicar livros e artigos ou de exercer direção ou aconselhamento espiritual”. Foto © Pixabay

 

O padre e teólogo franciscano, de nacionalidade espanhola, Francisco Javier Garrido, de 82 anos e vasta obra publicada, acaba de ser condenado pelo Tribunal (eclesiástico) da Rota de Madrid por dois casos de abuso contra freiras, suspeitando-se que possa haver mais casos. A ordem religiosa a que pertence é acusada de abandono das vítimas.

O frade, que pertence à comunidade franciscana de Arantzazu, no País Basco, foi considerado culpado de “falso misticismo” e “solicitação de confissão” (uso do sacramento da penitência para avanços de natureza sexual). O caso não podia ser objeto de procedimento civil, dado terem prescrito os factos envolvidos.

Num comunicado de seis pontos, a Província franciscana de Arantzazu, que diz ter 88 membros em 13 comunidades, reconheceu e pede perdão “sem reservas pelo sofrimento” causado por esse seu membro e rejeita “profundamente qualquer prática que implique abuso de poder, abuso de consciência e abuso sexual”.

Reconhece, por outro lado, “como Província”, nem sempre ter sabido “tomar o partido das vítimas neste processo”, o que a leva a “pedir perdão a elas, à Igreja e à sociedade”, manifestando “disposição para reparar os danos causados”.

Os franciscanos informaram que o irmão Francisco Javier Garrido Goitia “foi submetido às medidas ditadas pela sentença, que incluem, entre outras sanções: afastamento de qualquer exercício ministerial ou pastoral, proibição de publicar livros e artigos ou de exercer direção ou aconselhamento espiritual”.

Anunciaram ainda estar a pôr em prática “medidas rigorosas de prevenção, reparação, formação, códigos de conduta e supervisão externa”, disponibilizando também um número telefónico e um endereço de correio eletrónico para eventuais denúncias que possam ainda surgir.

Segundo refere o site da revista católica Vida Nueva, as vítimas de Javier Garrido deram conta a este órgão de informação que depararam com “grande resistência da parte da Ordem Franciscana”, que nunca as apoiou ao longo de um processo que, dizem elas, “tornou os superiores cúmplices”, aumentando a sua dor.

A Ordem, de resto, não só não se interessou pelas vítimas, como reconhece agora, no comunicado emitido, mas contra-argumentou que se tratava de “relações entre adultos” e nessa base, recorreu da decisão, em primeira instância. Nessa etapa, Garrido teria visto já limitados os seus contactos a irmãos franciscanos e membros da sua família, pena que, num primeiro momento, não terá respeitado, segundo a Vida Nueva.

As duas religiosas que denunciaram os abusos julgam haver outros casos que ainda não vieram a público “por medo à estigmatização e à suspeita que supõe ser mulher e dar um passo [desta natureza] perante a família ou a congregação”.

Segundo as vítimas de Javier Garrido, “o abuso de pessoas adultas não se entende e pensa-se sempre que se trata de relações consentidas”. “Adultas sim, esclarecem, mas em situação de vulnerabilidade. Manipuladas em nome de Deus, para cometer abusos de poder, de consciência, espirituais e sexuais”.

Garrido ficou conhecido, ao longo de mais de quatro décadas, pelos retiros e cursos de acompanhamento de adultos, mas sobretudo por uma série de livros como Pedagogía de la afectividad cristiana, Hacerse mayor y ser cristiano, Adulto y cristiano: crisis de realismo y maturidad cristiana; ou Estructurar e integrar la relación con Dios, alguns deles com várias edições.

 

Corpo de Alexei Navalny já foi entregue à mãe

Nove dias após a sua morte numa prisão russa

Corpo de Alexei Navalny já foi entregue à mãe novidade

O corpo do líder da oposição russa, Alexei Navalny, foi entregue à sua mãe, informou ontem, sábado, Ivan Zhdanov, diretor da Fundação Anti-Corrupção de Navalny e um dos seus principais assessores na sua conta de Telegram. O responsável agradeceu a “todos” os que apelaram às autoridades russas para que devolvessem o corpo de Navalny à sua mãe, citado pela Associated Press.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Bispos católicos belgas vão debater sacerdotes casados e mulheres diáconos

Como preparação para a segunda sessão do Sínodo

Bispos católicos belgas vão debater sacerdotes casados e mulheres diáconos novidade

Os bispos católicos da Bélgica enviaram às dioceses e comunidades locais do seu país uma carta no dia 16 de fevereiro sugerindo a reflexão sobre dois temas ministeriais, a ordenação sacerdotal de homens casados e a instituição de mulheres diaconisas, como forma de preparação dos trabalhos da segunda sessão do Sínodo dos Bispos, que decorrerá em Roma em outubro próximo.

Cristo Cachorro, versão 2024

Cristo Cachorro, versão 2024 novidade

Invejo de morte a paixão que os cartazes da Semana Santa de Sevilha conseguem despertar. Os sevilhanos importam-se com a sua cidade, as festas e com a imagem que o cartaz projecta, se bem que com o seu quê de possessivo, mas bem melhor que a apatia. Não fossem frases como “É absolutamente uma vergonha e uma aberração” e as missas de desagravo e o quadro cartaz deste ano teria passado ao lado.

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas

7MARGENS antecipa estudo

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas

Ao basear-se em inquéritos junto das famílias, as estatísticas oficiais em Portugal não captam as situações daqueles que não vivem em residências habituais, como as pessoas em situação de sem-abrigo, por exemplo. E é por isso que “subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia a Cáritas Portuguesa na introdução ao seu mais recente estudo, que será apresentado na próxima terça-feira, 27 de fevereiro, na Universidade Católica Portuguesa do Porto.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This