Burkina Faso

Terroristas atacam seminário e ameaçam estudantes

| 15 Fev 2022

Atacantes armados ligados ao Boko Haram assaltaram o Seminário Menor de Saint Kisito de Bougui, no Burquina Faso. © ACN Portugal

Cerca de três dezenas de atacantes armados ligados ao Boko Haram assaltaram o Seminário Menor de Saint Kisito de Bougui, no Burkina Faso, destruindo equipamento e instalações, causando elevados danos materiais e ameaçando de morte os 146 jovens seminaristas, exigindo que abandonassem de vez o local.

O assalto, noticiado pela Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), ocorreu na noite de 10 para 11 (quinta para sexta-feira).

Além da ameaça de serem mortos se regressassem ao local, os seminaristas ouviram os terroristas dizer que “não queriam ver cruzes” no local, justificando desse modo a destruição de um crucifixo que se encontrava no edifício, como relata a mesma fonte. 

Os 146 seminaristas refugiaram-se junto das suas famílias, enquanto muitas outras pessoas da zona fugiram também para lugares mais seguros. O ataque ao seminário, situado a cerca de dez quilómetros da cidade de Fada N’Gourma (Leste), durou cerca de uma hora, tendo os atacantes queimado dois dormitórios, uma sala de aulas e um veículo. A AIS relata ainda que outro veículo, ao serviço do seminário, foi roubado.

O bispo da diocese de Fada N’Gourma, Pierre Claver Yenpabou Malgo, visitou o local na sexta-feira, dia 11, tendo-se encontrado com os seminaristas e os seus familiares, além dos formadores – na altura do ataque, havia sete no edifício.

Em Outubro último, o cardeal Phillipe Ouèadraogo deu uma entrevista à Rádio Vaticano em que classificava como “dramática” a situação na região, acusando o Boko Haram de ser responsável pela violência contra as populações. Nessa altura, dizia o cardeal, havia já cerca de um milhão e 400 mil refugiados. “A situação é dramática. Da Nigéria, o grupo terrorista Boko Haram, espalhou-se pela África Ocidental, especialmente Mali, Níger e Burkina Faso. Somos constantemente confrontados com o problema da segurança e da paz”, afirmava Ouèadraogo.

Atacantes armados ligados ao Boko Haram assaltaram o Seminário Menor de Saint Kisito de Bougui, no Burkina Faso. © ACN Portugal

O cardeal que é também presidente da  presidente do SCEAM (Simpósio das Conferências Episcopais de África e Madagáscar), encontrara-se nessa ocasião com o Papa Francisco, diante de quem recordou um ataque que se registara pouco antes numa aldeia no norte do país, em que foram mortas 131 pessoas: “Isto é dramático. Porque matam eles os seus irmãos? Quem está pode trás destes homens? Quem os está a ajudar?”, perguntava ele na entrevista referida. 

O arcebispo de Ouagadagou dizia ainda que era necessário saber quem fornecia as armas aos terroristas. “Nós não fabricamos Kalashnikovs no Burkina Faso. Todo este material vem de fora. Quem dá esse dinheiro, quem apoia esse movimento?”

O país é um dos que tem sofrido a violência do Boko Haram. Em Junho de 2020, Rafael D’Aqui, responsável de projectos da AIS, afirmava que os grupos jiadistas estavam a transferir do Médio Oriente para a região do Sahel o plano para edificar o que designam de califado islâmico.

 

Silêncio: a luz adentra no corpo

Pré-publicação 7M

Silêncio: a luz adentra no corpo novidade

A linguagem não é só palavra, é também gesto, silêncio, ritmo, movimento. Uma maior atenção a estas realidades manifesta uma maior consciência na resposta e, na liturgia, uma qualidade na participação: positiva, plena, ativa e piedosa. Esta é uma das ideias do livro Mistagogia Poética do Silêncio na Liturgia, de Rafael Gonçalves. Pré-publicação do prefácio.

pode o desejo

pode o desejo novidade

Breve comentário do p. António Pedro Monteiro aos textos bíblicos lidos em comunidade, no Domingo I do Advento A. Hospital de Santa Marta, Lisboa, 26 de Novembro de 2022.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Bahrein

Descoberto mosteiro cristão sob as ruínas de uma mesquita

Há quem diga que este é o “primeiro fruto milagroso” da viagem apostólica que o Papa Francisco fez ao Bahrein, no início de novembro. Na verdade, resulta de três anos de trabalho de uma equipa de arqueólogos locais e britânicos, que acaba de descobrir, sob as ruínas de uma antiga mesquita, partes de um ainda mais antigo mosteiro cristão.

Manhã desta quinta-feira, 24

“As piores formas de trabalho infantil” em conferência

Uma conferência sobre “As piores formas de trabalho infantil” decorre na manhã desta quinta-feira, 24 de Novembro (entre as 9h30-13h), no auditório da Polícia Judiciária (Rua Gomes Freire 174, na zona das Picoas, em Lisboa), podendo assistir-se também por videoconferência. Iniciativa da Confederação Nacional de Ação Sobre o Trabalho Infantil (CNASTI), em parceria com o Instituto de Apoio à Criança (IAC), a conferência pretende “ter uma noção do que acontece não só em Portugal, mas também no mundo acerca deste tipo de exploração de crianças”.

Porque não somos insignificantes neste universo infinito

Porque não somos insignificantes neste universo infinito novidade

Muitas pessoas, entre as quais renomados cientistas, assumem frequentemente que o ser humano é um ser bastante insignificante, senão mesmo desprezível, no contexto da infinitude do universo. Baseiam-se sobretudo na nossa extrema pequenez relativa, considerando que o nosso pequeno planeta não passa de um “ponto azul” situado num vasto sistema solar.

Mais do que A Voz da Fátima

Pré-publicação

Mais do que A Voz da Fátima

Que fosse pedido a um incréu um texto de prefácio para um livro sobre A Voz da Fátima, criou-me alguma perplexidade e, ao mesmo tempo, uma vontade imediata de aceitar. Ainda bem, porque o livro tem imenso mérito do ponto de vista histórico, com o conjunto de estudos que contém sobre o jornal centenário, mas também sobre o impacto na sociedade portuguesa e na Igreja, das aparições e da constituição de Fátima e do seu Santuário como o centro religioso mais importante de Portugal. Dizer isto basta para se perceber que não é possível entender, no sentido weberiano, Portugal sem Fátima e, consequentemente, sem o seu jornal.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This