Mais de 18 mil visitantes

Exposição “The Mistery Man” alargada até março de 2023

| 11 Dez 2022

O corpo que é ponto alto da exposição The Mistery Man, em Salamanca. Foto © Ricardo Perna

O corpo que é ponto alto da exposição The Mistery Man, em Salamanca. Foto © Ricardo Perna

 

A exposição The Mistery Man (O homem mistério), que está patente na Catedral de Salamanca, vai ficar aberta mais dois meses, até 15 de março de 2023, informou a organização do evento, que justificou a decisão com a “excelente recepção dos visitantes”.

Esta exposição tem como centro a imagem tridimensional mais realista até hoje feita do corpo que esteve envolvido pelo Sudário de Turim, que muitos acreditam ser o de Jesus Cristo. Francisco Moya, responsável do ArtiSplendore, entidade organizadora da exposição, refere que “esta é uma excelente notícia para a ArtiSplendore, porque demonstra o enorme sucesso da exposição em termos de turismo na sua primeira localização no mundo” e encoraja “a continuar a trabalhar” para tornar a iniciativa “uma das principais atracções culturais para os próximos meses, não só para Salamanca”.

Desde a sua abertura, a 13 de Outubro, a exposição The Mystery Man recebeu cerca de 18.000 visitantes. Espera-se que no tempo de Natal que se aproxima seja uma das épocas mais movimentadas em termos de visitas.

Para além de mostrar como teria sido o corpo e a figura da pessoa envolvida no sudário, logo após a sua morte, a exposição The Mistery Man, é também uma viagem que permite conhecer a história e a espiritualidade ligada ao Sudário de Turim, um dos objetos mais estudados do mundo, e um dos que mais polémicas encerra ao seu redor. O ponto alto da exposição é uma representação hiper-realista e volumétrica do homem no sudário.

Mais informações sobre a exposição encontram-se em www.themysteryman.com.

 

“E tu, falas com Jesus?”

“E tu, falas com Jesus?” novidade

Em matéria de teologia, tendo a sentir-me mais próxima do meu neto X, 6 anos, do que da minha neta F, de 4. Ambos vivem com os pais e uma irmã mais nova em Londres. Conto dois episódios, para perceberem onde quero chegar. Um dia, à hora de deitar, o X contou à mãe que estava “desapontado” com o seu dia. Porquê? Porque não encontrara o cromo do Viktor Gyokeres, jogador do Sporting, um dos seus ídolos do futebol; procurou por todo o lado, desaparecera. Até pedira “a Jesus” para o cromo aparecer, mas não resultou. [Texto de Ana Nunes de Almeida]

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Fundadora da Comunidade Loyola castigada pelo Vaticano é ministra da comunhão em Braga

Decreto de extinção a marcar passo?

Fundadora da Comunidade Loyola castigada pelo Vaticano é ministra da comunhão em Braga novidade

A pouco mais de três meses de se completar um ano, prazo dado pelo Vaticano para extinguir a Comunidade Loyola, um instituto de religiosas fundado por Ivanka Hosta e pelo padre Marko Rupnik, aparentemente tudo continua como no início, com as casas a funcionar normalmente. No caso da comunidade de Braga, para onde Ivanka foi ‘desterrada’ em meados de 2023, por abusos de poder e espirituais, a “irmã” tem mesmo estado a desenvolver trabalho numa paróquia urbana, incluindo como ministra extraordinária da comunhão, com a aparente cobertura da diocese.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This